Servidores estaduais faltosos são convocados para recadastramento

Única concessão do Governo é para aqueles servidores que moram fora

Conduzindo a proposta do Executivo em atualizar os dados referentes à gestão de pessoal, a primeira fase do recadastramento foi finalizada na última semana, nisso, 61,4 mil servidores concretizaram o processo, o que representa cerca de 80% da quadro registrado pelo Governo, contudo, pouco mais de 12,3 mil, incluindo ativos e inativos não cumpriram com a indicação, desse modo, visando atingir esse grupo, a Secretaria de Administração e Previdência (Seadprev), liderada por Franzé Silva, emitiu notificação ontem (01) convocando os faltosos a participarem da campanha, medida considerada primordial na condução dos trabalhos.

Através do documento, os servidores terão 30 dias para responderem aos itens, caso contrário, poderão sofrer as medidas cabíveis, com a possibilidade de desencadear na suspensão da folha de pagamento.

A regularização impõe que aqueles que residem em outros municípios que estiverem na lista deverão comparecer à Gerência Regional de Educação (GRE) da sua região, de modo a demandar o processo.

O edital de convocação responde aos mecanismos legais exigidos, visando oferecer uma nova oportunidade aos servidores que deixaram de fazer o recadastramento.

SEGUNDA FASE - A segunda fase do recadastramento dos servidores começará no próximo dia 24 de setembro, nisto, a expectativa versa para a conclusão do processo, demandando a confecção de um panorama fiel da atuação situação do quadro de pessoal no Piauí.

Cabe ressaltar que em relação ao recadastramento, a única concessão do Governo é para aqueles servidores aposentados e pensionistas que moram fora do Estado.

Eles terão até o dia 24 de novembro, data de encerramento da segunda fase, para comparecerem de forma presencial à Secretaria da Administração e Previdência para apresentação dos documentos e captação biométrica. A mesma elasticidade de prazo se aplica aos servidores ativos licenciados ou afastados legalmente para qualificação, com a devida comprovação.


Fonte: Francy Teixeira