Sesapi receberá doses de Vitamina A do Ministério da Saúde

Em nível estadual, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) já está contatando os gestores municipais, para o recebimento.

Crianças de seis meses a cinco anos de idade vão receber a primeira dose do suplemento de Vitamina A em agosto deste ano, durante a campanha de vacinação contra a poliomielite. Em nível estadual, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) já está contatando os gestores municipais, através das Regionais de Saúde, para o recebimento das vacinas.

No Brasil, cerca de 20% das crianças nessa faixa etária sofrem com a falta da vitamina. O Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A é realizado pelo Ministério da Saúde, com apoio dos Estados, e busca reduzir e erradicar a deficiência nutricional de vitamina A em crianças de seis meses a cinco anos, e mulheres no pós - parto imediato (antes da alta hospitalar), residentes em regiões consideradas de risco. São consideradas áreas de risco a região Nordeste, o Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, e o Vale do Ribeira, em São Paulo.

No Piauí, o programa vem surtindo efeitos positivos por conta da cobertura alcançada através das ações desenvolvidas pela Sesapi e dos municípios. A meta e o percentual de cobertura do programa no ano de 2011, no Piauí, atingiram 35.075 crianças de seis a 11 meses, o que totaliza 92,38% deste público. Já as crianças de 12 a 59 meses, a 1ª dose totalizou 253.177, atingindo o percentual de 43,85%; a 2ª, foram 151.905 vacinas aplicadas, resultando em 25,50% do público. No caso das gestantes puérperas, no pós-parto imediato, foram vacinadas 18.271, 165,43%. Neste ano, a expectativa é de que os números se repitam ou sejam ultrapassados em pelo menos 5% de cada público-alvo.

Atualmente, a Assistência Farmacêutica estadual é o órgão da Sesapi responsável pelo recebimento dos suplementos de Vitamina A, diretamente do Ministério da Saúde, e a Coordenação de Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente, posteriormente, envia a todos os 224 municípios, através das Coordenações Regionais de Saúde.

Para a nutricionista da Sesapi, Juzilene Lopes, o trabalho de distribuição das vacinas tem sido satisfatório por conta de uma parceria entre o Estado e os municípios. ?O programa de vacinação aqui no Estado sempre ocorre de forma satisfatória porque as Regionais trabalham em conjunto com a Sesapi e isso traz benefícios para as crianças e para as gestantes?.

Fonte: Jornal Meio Norte