Sindicato quer que bancos liberem os funcionários para ver jogos do Brasil

Entidade alega que hora do jogo é propícia para prática de assaltos

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região enviou uma carta à Federação Brasileira de Bancos (Febraban) pedindo a liberação dos bancários durante a Copa do Mundo por motivo de segurança.

Segundo o sindicato, os trabalhadores devem ser dispensados em dias de jogos da seleção. A carta enviada pelo presidente do Sindicato, Luiz Cláudio Marcolino, solicita que "a entidade oriente as instituições financeiras para que dispensem os bancários de agências e departamentos durante os jogos da seleção brasileira na Copa Mundo de Futebol 2010".

"Tanto para permitir que os trabalhadores possam assistir às partidas, quanto para garantir a segurança de funcionários e clientes, evitando exposição a risco de assaltos nessas ocasiões", diz a mensagem, encaminhada à Febraban e também ao Banco Central. "Estamos a um mês do início da Copa e é necessária a divulgação, o mais rápido possível, do esquema especial de funcionamento das agências e departamentos", destaca Marcolino.

Fonte: g1, www.g1.com.br