Sistema Meio Norte doa aparelho para fiscalização da Lei do Silêncio, em Teresina

Sistema Meio Norte doa aparelho para fiscalização da Lei do Silêncio, em Teresina

Com o decibelímetro digital, a Lei do Silêncio pode ser fiscalizada com maior rigor.

A Kalor Produções, empresa do Sistema Meio Norte, doou ao Batalhão de Polícia Ambiental um aparelho decibelímetro digital, que faz medições da intensidade sonora de uma determinada região.

O major John, sub-comandante do batalhão, afirmou que com o instrumento as operações de fiscalização podem fazer cumprir a chamada Lei do Silêncio, sancionada na gestão do ex-prefeito de Teresina Silvio Mendes, que prevê um limite de níveis, em decibéis, e horários de emissão de sons no perímetro urbano da capital. "Cada região [residencial ou comercial] tem seu limite de decibéis toleráveis", esclareceu.

A lei ainda regula a utilização de aparelhos que emitem som nos estabelecimentos comerciais na cidade de Teresina.

De acordo com o major, tem crescido o número de denúncias envolvendo abusos nos níveis de sons emitidos pela população em festas, por exemplo. "Só com o aparelho temos as condições legais para autuar os infratores", informou.



Fonte: Kaio Eduardo