Sistema Meio Norte não mantém sociedade com a família Sarney

Tal fato, pode ser facilmente comprovado na Junta Comercial, bem como na Receita Federal

O Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte não mantém sociedade com a família Sarney. Tal fato, que pode ser comprovado na Junta Comercial e Receita Federal, é um dos muitos equívocos cometidos em reportagens publicadas pela imprensa nacional no final de semana. Cartas de esclarecimento já foram enviadas aos veículos de comunicação, restabelecendo a verdade dos fatos e desmentindo as versão enganosas. Em relação às calúnias, injúrias e difamações veiculadas por um portal noticioso local, as providências legais cabíveis também foram tomadas, de modo a punir os que se aproveitaram do material publicado para disseminar mentiras. Aliás, trata-se de prática corriqueira nesse portal que se diz jornalístico.

Em um e noutro caso, o que se busca é a transparência e a verdade. O maior sistema de comunicação do Meio-Norte do Brasil só tem compromisso com o leitor, telespectador, ouvinte e internauta. As acusações falsas foram rechaçadas e os caluniadores, esses terão sua punição na Justiça.

Isenção

O Jornal Meio Norte tem publicado diariamente reportagens com as denúncias sobre a crise no Senado, incluindo aquelas que envolvem o presidente da Casa, José Sarney (PMDB), e colocando chamadas de primeira página.

O procedimento demonstra a isenção do Meio Norte em relação ao caso e joga por terra a afirmação que os Sarney são sócios do maior sistema de comunicação do Piauí.

Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com