Sistema MN e Sesi oferecem cursos de capacitação; veja

Através da parceria firmada entre o Sistema Meio Norte e o Serviço Social da Indústria, profissionais que trabalham no Sistema podem se aperfeiçoar.

Hoje, em meio à globalização, muitos têm na cabeça a ideia de que todo mundo sabe o que significa ou representa a internet. Mas esse pensamento é errôneo e pode ser comprovado com vários exemplos da sociedade. Edvaldo Santos tem hoje 50 anos e somente nesta idade veio compreender, de maneira mais eficiente, o que é, de fato, a internet.


Sistema MN e Sesi oferecem cursos de capacitação

Assim como ele, vários outros exemplos podem ser destacados. No seu caso, a oportunidade de compreender e ter acesso à internet e outros assuntos da área da informática, veio ajudá-lo a um melhor rendimento dentro do seu trabalho. Além disso, outro aspecto importante é que todo conhecimento adquirido foi passado de forma gratuita.

?Já tinha feito um curso, mas há muito tempo. Um curso completo como esse nunca tinha feito. Estamos chegando à reta final, e agora estou apto a desenvolver qualquer atividade na área?, comenta Edvaldo.

Sendo técnico em TV há 16 anos, Edvaldo é um dos 15 alunos da primeira turma do curso de Informática, que está sendo realizado por meio de uma parceria entre o Sistema Meio Norte e o Serviço Social da Indústria (SESI). Para ele, poder participar desse e de outros cursos oferecidos através da parceria tem um impacto muito grande.

?Não teria oportunidade de fazer cursos como esses, com toda essa carga horária. Eu sei que eles são caros por aí afora. Sem falar que também não teria tempo?, coloca o técnico ao destacar que o curso acontece na própria empresa, no ônibus do Sesi.

Quem comanda a turma do curso de Informática é a professora Aretha Mara. Ela explica que o curso tem carga horária de 100h/aula e tem uma didática totalmente adequada para o aprendizado dos alunos. ?No começo do curso eu tinha que ser bem específica com o que queria passar. Hoje não precisa ser muito específica, porque eles não têm tantas dificuldades?, relata a professora.

Durante as aulas, que já estão sendo finalizadas, os alunos recebem noções do Word, Excel, Power Point Básico e Internet Explorer. ?A turma já está no último módulo. Eles irão fazer a última avaliação e mostrar que estão aptos a receber o certificado de conclusão do curso?, completa Aretha.

Segundo a gerente executiva de Educação, Tecnologia e Inovação do Sesi, Sandra de Ataíde, o curso de informática é importante porque qualifica os profissionais na área que eles necessitam ter conhecimento.

?Eles já são profissionais qualificados, então o Sesi entra para dar continuidade a essa qualificação. Oferecemos a Educação Continuada fazendo o acompanhamento com o foco no que eles desenvolvem dentro da empresa?, diz a gerente.

Treinamentos são constantes

Além do curso de Informática, que atende 30 alunos, divididos em duas turmas, a parceria também oferece o curso de Inglês, onde 60 pessoas, em três turmas, estão recebendo todos os conteúdos necessários para ter domínio na língua inglesa.

De acordo com a Karolinny Ramalho, psicóloga organizacional do Sistema Meio Norte, todas essas capacitações visam direcionar o profissional a um processo de educação, reciclagem e alteração de comportamento.

"Por meio do treinamento profissional, o colaborador adquire características de bem estar, apresentam uma melhor produtividade e têm um maior entrosamento entre os companheiro de trabalho". elenca a psicóloga ao frisar que a ideia é valorizar a qualificação pessoal e profissional.

Os treinamentos também fazem parte da rotina dos colaborados do Sistema Meio Norte. Desde o início de 2013, todos os sábados, são realizadas capacitações dentro de diversas áreas.

Os profissionais da TV receberam, por exemplo, um treinamento com a jornalista Cristiane Sekeff, que contou um pouco sobre a visão jornalística no setor de trabalho.

Já o telemarketing, o setor comercial, assim como outros setores, foram agraciados com treinamentos sobre noções de oratória, ética e conduta no trabalho, dentre outros.

"Além desses treinamentos, os colaboradores da rádio, do telemarketing, recepção e TV, têm acompanhamento fonoaudiólogo constante, para que possam usar a fala, da maneira mais correta e eficiente", acrescenta Karolinny Ramalho ao lembrar que tudo é oferecido de forma gratuita.

Fonte: Virgínia Santos e Aline Damasceno