Site de namoro apenas para servidores públicos faz sucesso

0% dos usuários são moradores da capital federal

Na capital nacional do concurso público, Brasília, faz sucesso um site de relacionamentos focado nos servidores públicos. O nome já explica muita coisa: Namoro Estável. De acordo com o idealizador da rede social, 80% dos usuários do serviço são moradores de Brasília.

O slogan da página é "Um namoro com estabilidade financeira, alguém com o mesmo nível que você". A ferramenta promete facilitar a vida de quem procura uma cara metade no serviço público. Uma jornalista de Brasília confessou à reportagem do R7 que antes de sair com um pretendente chegou a olhar no site da transparência para saber se ele, que era servidor público, tinha um contra-cheque interessante. Agora, ela estuda aderir à nova rede social.

O site oferece cadastro grátis ou pacotes com funcionalidades extras a partir de R$ 5 mensais. Entre elas estão a busca detalhada por perfis e ampliação do limite para postagem de vídeos, fotos e mensagens. Há ainda uma seção com textos sobre a carreira no funcionalismo público e símbolos cívicos, como a bandeira e o hino nacionais.

Para fazer parte da rede social basta preencher um cadastro e navegar. É possível encontrar pessoas de todo o Brasil. A maioria é servidor público. É possível ainda escolher o público alvo a partir do sexo.

O mineiro radicado em Niterói (RJ), Maicon Santos, de 30 anos, disse que criou a ferramenta após uma desilusão amorosa com uma funcionária pública. Ele chegou a conclusão de que o estilo de vida da ex foi o principal motivo do término do namoro.

? Observei uma certa similaridade entre amigos concursados. Dai a ideia! Grupos com ideologia e estilo de vidas afins.O site namoroestavel.com.br existe há dez meses e já reúne cerca de quatro mil usuários. Segundo o administrador, 55% são homens e 45% são mulheres. A idade dos usuários varia entre 20 e 40 anos.

A divulgação é feita essencialmente na internet, em outras redes sociais. Segundo Maicon Santos, a criação do site já recebeu críticas e elogios. Mas as críticas seriam por falta de conhecimento da ferramenta.

? As pessoas que criticam concluem que o site foi feito para pessoas interesseiras, mas não é a realidade. Se fosse com este fim, eu teria feito um site de namoro para ricos, que é uma boa ideia.

A servidora federal Mônica Morais, de 32 anos, não conhecia a ferramenta. Mas achou a proposta interessante, apesar de avaliar que o site acaba limitando as possibilidades de relacionamento.

?A proposta é muito bacana, mas acaba impedindo as pessoas de conhecer outras pessoas interessantes de outras áreas. A cara metade não se encontra pela profissão, mas acredito que pela personalidade.

Mônica se considera uma amante a moda antiga e não se limita na hora da conquista.? O mercado está tão difícil que a mulherada não está podendo escolher muito (risos). Me considero idealista e romântica. Se o pretendente for trabalhador, pode ser de qualquer ramo. O que conta é o caráter.

O casal de empregados públicos Rafael Fontes, 33 anos, e Raquel Fontes, 35 anos, não se conheceu pelo site. Mas foi pelo mesmo objetivo profissional que acabou se unindo. Ambos trabalhavam em uma empresa que prestava serviço para uma agência do Banco do Brasil, onde se viram pela primeira vez.

Rafael encontrou Raquel na academia onde malhava e foi atração a primeira vista. Pouco tempo depois oficializaram a união. Apesar de pouco tempo de namoro, o relacionamento vai muito bem. No início deste mês eles comemoraram 10 anos de união.

?Nós nos conhecemos e 15 dias depois eu a pedi em namoro. Ela aceitou e logo depois a pedi em casamento. Deu certo, mas não sei se eu que fui louco em pedir ou se ela foi mais louca em aceitar.

Hoje o casal vive em Águas Claras, região administrativa do DF, e tem dois meninos de cinco e sete anos. A região é conhecida pelo alto índice de moradores que exercem atividade no setor público.

Fonte: R7, www.r7.com