"Só estamos aguardando o coração parar de funcionar", afirma irmão de Regina Dourado

"Só estamos aguardando o coração parar de funcionar", afirma irmão de Regina Dourado

A atriz Regina Dourado amanheceu nesta quarta-feira com infecção urinária e insuficiência respiratória

Internada desde o último sábado (20) no Hospital Português, em Salvador, a atriz Regina Dourado amanheceu nesta quarta-feira com infecção urinária e insuficiência respiratória, de acordo com médicos e outros profissionais de saúde que estão em contato permanente com a paciente. Os familiares não acreditam mais em recuperação da atriz, que luta contra um câncer de mama desde 2003. ?Sinal de vida em minha querida irmã só no coração. Ela não reconhece absolutamente mais ninguém e necessita de oxigênio para se manter viva?, confirmou Oscar Dourado, irmão da atriz de 59 anos.

Depois de quatro dias sem divulgar boletins médicos, o Hospital Português revelou no início da tarde que o estado de saúde da atriz "é grave e inspira cuidados". Por volta das 13h (horário de Salvador), Oscar afirmou que não existem mais esperanças. "Nós (familiares) só estamos aguardando o coração dela parar de funcionar", disse.

Atriz de teatro, cinema e TV, onde foi escalada para mais de 20 programas, Regina Dourado teve seu maior destaque na novela ?Explode Coração" (1995), de Glória Perez. Na trama da Globo, ela interpretava Lucineide, que ficou famosa por criar o bordão "stop, Salgadinho", usado quando falava com o marido, interpretado por Rogério Cardoso.

Há dois dias, a atriz deixou a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e foi transferida para um apartamento. Depois de conversar com a família, os médicos que cuidam da artista decidiram suspender o processo de quimioterapia, sob a alegação de que a metástase atingiu vários órgãos. ?Ela está sedada e dormiu bem esta noite, mas o quadro, dentro da ótica médica, é mesmo irreversível?, afirmou um funcionário do Hospital Português que visitou a atriz e teve acesso aos relatórios médicos.

Impedidos de entrar no hospital, alguns fãs de atriz aproveitaram a manhã desta quarta-feira para deixar cartões desejando a recuperação da atriz. ?Em muitos anos de carreira, Regina Dourado nunca perdeu a humildade e sempre elevou o nome da Bahia?, disse a estudante Bruna Ribeiro, 24.

Trajetória e o bordão "stop, Salgadinho"

Nascida em Irecê, na Bahia, em 22 de agosto de 1953, Regina Dourado começou cedo na carreira de atriz. Aos 15 anos, ela já estava atuava na Companhia Baiana de Comédia e praticava aulas de canto e dança. Dez anos mais tarde, a artista conseguiu seu primeiro papel na televisão, na série ?A Morte e a Morte de Quincas Berro D"Água?, dirigida por Walter Avancini e exibida na Globo.

A estreia de Regina em novelas aconteceu em 1979 com ?Pai Herói?, de Janete Clair, onde interpretava Nancí. Em seguida, ela conseguiu diversos papeis em novelas como ?Cavalo Amarelo? (1980), ?Pão Pão, Beijo Beijo? (1983) e ?Roque Santeiro? (1985), mas foi se destacando a partir de "Renascer" (1993) e "Tropicaliente" (1994), além da já citada ?Explode Coração".

Na Globo, o último trabalho da artista foi em "América", de Glória Perez, em 2005. Na sequência, a atriz foi para a Record, onde atuou nas novelas "Bicho do Mato" (2006) e "Caminhos do Coração" (2007).

Além das novelas, Regina também se destacou em minisséries e seriados, como ?Lampião e Maria Bonita? (1982), ?O Pagador de Promessas? (1988), ?O Sorriso do Lagarto? (1991) e ?Tereza Batista? (1992).

O teatro tampouco foi esquecido por Regina, que trabalhou nas montagens de ?Memórias de um Sargento de Milícias?, ?Declaração de Amor Explícito?, ?Rei Brasil 500 Anos, Uma Ópera Popular? e ?Tratado Geral da Fofoca?. No início deste ano, Regina deu vida à Maria na peça "Paixão de Cristo", no Teatro Castro Alves de Salvador.

No cinema, a atriz estreou com uma pequena participação no filme ?Amante Latino?, em 1979, e logo depois cantou na trilha de ?O Encalhe - Sete Dias de Agonia? (1982). Seu primeiro grande papel na telona veio em 1984, quando trabalhou no filme ?Baiano Fantasma?. Seu último longa foi ?Espelho d"Água - Uma Viagem no Rio São Francisco?, em 2004.

Fonte: UOL