Sobe nove o número de mortos após choque de dois trens do metrô em Washington

Uma das vítimas era uma mulher, operadora de um dos trens

Subiu para nove o número de mortos após colisão de dois trens do metrô de Washington (EUA), na segunda-feira (22).

A informação é do corpo de bombeiros, que encontrou mais três corpos entre os escombros durante a madrugada desta terça (23). O número anterior, divulgado pelo prefeito Adrian Fenty, era de seis mortos.

Uma das vítimas era uma mulher, operadora de um dos trens, segundo a autoridade de trânsito, que controla o sistema de metrô na região. Há pelo menos 84 feridos já atendidos, segundo os bombeiros.

A autoridade de trânsito explicou que um trem com seis vagões que seguia para fora da cidade descarrilou e colidiu com outro trem por volta das 17h locais (18h de Brasília).

O acidente ocorreu em um trecho aberto, de superfície, entre as estações de Takoma e Fort Totten, no subúrbio da capital dos EUA, próximo à divisa com o estado de Maryland.

Os veículos chocaram-se em alta velocidade, e um parou praticamente em cima do outro.

Vários passageiros saíam carregados em macas. Segundo os bombeiros, a prioridade era retirar os feridos.

O sistema de metrô na linha vermelha, a do acidente, foi interrompido, e não havia previsão de volta. Passageiros eram retirados da estação Fort Totten, que estava com a energia cortada.

Vários carros da polícia e dos bombeiros estavam estacionados nas redondezas. A autoridade de trânsito informou que, aparentemente, os dois trens estavam na mesma trilha. As causas do acidente vão ser apuradas.

Segundo o prefeito Fenty, esse deve ter sido o acidente mais grave da história do metrô de Washington.

Fonte: g1, www.g1.com.br