Sobe número de queimadas no Piauí

No mês de agosto, até agora o município piauiense com maior número de queimadas é o de Baixa Grande do Ribeiro

O Piauí amanheceu, nesta quarta-feira (26), com 182 focos de queimadas registrados pelos satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), segundo dados divulgados esta manhã pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). São apenas cinco queimadas a menos que o Maranhão, neste momento o campeão no Nordeste.

O meteorologista Mainar Medeiros, da Gerência de Hidrometeorologia da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar), considera o número altíssimo e revela que só este ano, basicamente no período de julho a agosto, já foram registrados 345 focos de queimadas no Estado. ?Para uma região onde o inverno chegou ao final há tão pouco tempo, o número de queimadas é alarmante?.

No mês de agosto, até agora o município piauiense com maior número de queimadas é o de Baixa Grande do Ribeiro, com 37 focos, seguido de Uruçuí, com 18. Bom Jesus, com 16 focos, é o terceiro, e Porto Alegre do Piauí, com 10, é o quarto. Também foram registradas queimadas em Ribeiro Gonçalves, 9, Santa Filomena e Santa Luz, 5, e Antônio Almeida, 4.

Em menor número, também foram registrados focos nos municípios de Anísio de Abreu, Avelino Lopes, Canavieira, Corrente, Currais, Gilbués, Guadalupe, Jerumenha, Landri Sales, Manoel Emídio, Marcos Parente, Morro Cabeça no Tempo, Palmeirais e Regeneração.

Segundo Mainar Medeiros, na região Sul do Piauí as queimadas vão prosseguir até a primeira quinzena de outubro. Já nas regiões Central e Norte elas vão até dezembro e janeiro, respectivamente.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br