Defesa Civil confirma 153 mortes e 11.400 desabrigados por causa das chuvas no Rio

Defesa Civil confirma 153 mortes e 11.400 desabrigados por causa das chuvas no Rio

Corpo de Bombeiros informou que mais duas pessoas foram encontradas mortas na Rocinha

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro informou, na manhã desta quinta-feira (7), que subiu para 153 o número de mortos pela chuva Estado. De acordo com a corporação, duas pessoas foram encontradas mortas na favela Rocinha. Em um desabamento de terra na noite de quarta-feira (6), no Morro do Bumba, em Niterói, seis pessoas morreram.

Niterói soma 85 vítimas. O Rio de Janeiro passa a registrar 48 com as duas últimas mortes e São Gonçalo 16. Mais uma pessoa morreu em Magé, uma em Petrópolis, uma em Nilópolis e uma em Paulo de Frontin.

Ao todo, 21 pessoas feridas foram retiradas pelos bombeiros do Morro do Bumba. A maioria delas foi encaminhada para o hospital Azevedo Lima, no bairro Fonseca, em Niterói. Não há estimativa de quantas vítimas ainda podem estar sob os restos da comunidade.

As buscas por corpos ou sobreviventes foram encerradas na capital, mas vão continuar durante toda a madrugada em Niterói.

O último levantamento divulgado pela Defesa Civil do Rio de Janeiro durante a tarde de ontem aponta que cerca de 11.400 pessoas estão desabrigadas em todo o Estado. A situação mais crítica é da cidade de São Gonçalo, onde 2.632 pessoas tiveram que sair de suas casas e 9.026 foram para abrigos e casas de parentes.

A previsão é que possíveis temporais aconteçam até esta quinta-feira (8).













































Fonte: R7, www.r7.com