São 9 os mortos por chuva no ES; presidenta Dilma visita a região

São 9 os mortos por chuva no ES; presidenta Dilma visita a região

A chuva também provocou mortes nos municípios de Colatina, Nova Venécia, Baixo Guandu e Paraju.

O desabamento de uma casa em Itaguaçu (a 128 km de Vitória) causou a morte de três pessoas na madrugada desta terça-feira (24), elevando para nove o total de vítimas por conta das chuvas no Espírito Santos.

A chuva já causou estragos em mais de 60% dos municípios do Estado. Das 78 cidades capixabas, 47 foram afetadas nos últimos sete dias.

Apenas em Itaguaçu foram cinco morte registradas. A chuva também provocou mortes nos municípios de Colatina, Nova Venécia, Baixo Guandu e Paraju.

De acordo com o último boletim da Defesa Civil divulgado no fim da tarde desta segunda, o número de pessoas que precisaram deixar suas casas no Estado já passa de 46 mil, entre desabrigados e desalojados.

Desse total, 4.669 foram levadas para abrigos municipais e 41.520 estão desalojadas (foram para casas de parentes e amigos). A Defesa Civil capixaba informa que 49 pessoas estão feridas.

A presidente Dilma Rousseff viajará ao Espírito Santo nesta terça-feira. A agenda prevê um sobrevoo das áreas mais afetadas e uma reunião no Estado. Dilma deve retornar a Brasília no final do dia.

Desde o domingo (22), a chuva já causou o desabamento de cinco casas em Vitória e quedas de barreiras nos municípios de Serra e Viana. Este mês é o dezembro mais chuvoso em 90 anos na capital Vitória.

Situação de emergência

No último sábado, o governador Renato Casagrande (ES) decretou estado de emergência. No domingo, 72 homens da Força Nacional de Segurança desembarcaram no Estado para reforçar o apoio às vítimas. O Exército também apoia os bombeiros e a Defesa Civil do Espírito Santo.

O rio Doce, que corta o Estado, transbordou e alagou municípios como Colatina e Linhares. Inundações e quedas de barreira bloqueiam o tráfego em oito rodovias estaduais, mas, de acordo com a Defesa Civil, não há nenhum município ilhado.

A Secretaria Nacional de Defesa Civil tem enviado alertas de risco de inundação e deslizamento de terra na região Serrana e de alagamentos em Linhares e Colatina.

O mau tempo também prejudica o tráfego aéreo no Estado, inclusive com o cancelamento de voos. A previsão é de mais chuva para os próximos dias.

Doações

Interessados em ajudar as vítimas podem fazer depósitos em nome do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo em três contas bancárias:

Banco do Brasil

Agência 3665-x

Conta corrente: 150.000 ? 7

Caixa Econômica Federal

Agência 0167-8

Operação 06

Conta corrente: 10.004

Banestes

Agência 0271

Conta corrente: 23.765.589

Doações de cestas básicas e de água mineral para as vítimas podem ser enviadas aos seguintes locais:

1º Batalhao da Polícia Militar: Av. Maruipe, 2115, Vitoria, tel.: (27) 3636-7306

2º Batalhao da Polícia Militar: Av. Guanabara, 40, Nova Venécia, tel.: (27) 3752-4200

4º Batalhão da Polícia Militar: Av. Nossa Senhora da Penha, 118, Vila Velha, tel.: (27) 3636-0400

11º Batalhao da Polícia Militar: Rua Vereador Antonio Roas Ruebra, 293, Barra de São Francisco. Tel.: (27) 3756-8400

12º Batalhao da Polícia Militar: Rua Washington Luiz, 599 ? Linhares, Tel.: (27) 3372-7853

Escola Honório Fraga: Rua Nossa Senhora Aparecida, 204, Colatina, Tel.: (27) 3722-3247

Fonte: UOL