Sopa injetada na veia mata idosa de 88 anos

Após tomar o alimento pelo braço, a paciente teve convulsões e morreu 12 horas depois

Uma idosa de 88 anos morreu na Santa Casa de Barra Mansa, no sul fluminense, depois que uma certa quantidade de sopa foi injetada em sua veia. Ilda Vitor Maciel estava internada desde 27 de setembro na unidade após sofrer um acidente vascular encefálico, que paralisou metade do seu corpo.

De acordo com filhos da vítima, ela já apresentava sinais de melhora quando na noite de domingo (7) uma enfermeira administrou a sopa pela veia. Uma das filhas disse que a paciente começou a se debater e colocou a língua para fora.

Ela foi medicada, mas morreu 12 horas depois. De acordo com a ficha de informação do hospital que solicitou necropsia ao IML (Instituto Médico Legal) de Volta Redonda, assinada por uma médica da Santa Casa de Barra Mansa, a morte teria sido causada depois que "dieta enteral foi instalada em acesso venoso".

A declaração de óbito do IML, porém, informou que a causa da morte é indeterminada.

Entramos em contato com a Santa Casa de Misericórdia e foi informado que a direção se reuniu para discutir o caso e divulgar uma nota oficial ainda nesta quarta.

Fonte: r7