Ator Sylvester Stallone se desculpa por declarações contra o Brasil na última quinta

Ator Sylvester Stallone se desculpa por declarações contra o Brasil na última quinta

"Tentei fazer um tipo humor e fui muito infeliz", diz ator em comunicado.

Em comunicado oficial divulgado nesta sexta-feira (23) pela assessoria de imprensa do filme "Os mercenáros", o ator Sylvester Stallone pede desculpas pelas declarações sobre o Brasil. Na última quinta (22), ao participar da Comic-Con, o ator fez comentários jocosos sobre o país, onde filmou em 2009 o longa "Os mercenários".

"Eu sinceramente peço desculpas ao povo brasileiro. Todas as minhas experiências no Brasil foram fantásticas e eu recomendei para todos meus amigos que filmassem lá", garante o ator no comunicado. "Ontem, eu tentei fazer um tipo humor e fui muito infeliz. Tudo que eu tenho pelo grande país que é o Brasil é muito respeito. Novamente, peço desculpas".

Stallone afirmou que rodar o longa no Rio de Janeiro lhe deu mais liberdade para o uso de mais violência, com mais armas e destruições. ?Você pode explodir o país inteiro e eles vão dizer ?obrigado, e aqui está um macaco para você levar de volta para casa??.

Segundo divulgou o site da revista Variety nesta sexta (23), o comentário foi feito em uma mesa sobre a "brutalidade" dos filmes de ação. Ainda de acordo com a publicação, um documentário foi feito em paralelo ao longa de ficção para demonstrar como é o cotidiano de uma produção do gênero, e as seguidas idas ao hospital de gente do elenco.

Por causa das declarações, Stallone se transformou no assunto mais comentado do Twitter, rede social de microblog. A frase "Cala boca Sylvester Stallone" é o Trending Topic mundial nesta sexta.

Durante as filmagens de "Os mercenários" no Rio, houve ao menos um episódio em que Stallone se machucou, conforme publicado na época no blog da produção. Em uma cena de luta, o ator dispensou o dublê e terminou a sequência sangrando.

A Comic-Con, feira de quadrinhos, cinema, séries de TV e cultura pop em geral, começou na quinta-feira (22) e segue até o domingo (25) no San Diego Convention Center, na Califórnia, nos EUA.

Com Bruce Willys (de "Duro de matar"), Mickey Rourke (de "Homem de ferro 2"), o governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger e a atriz brasileira Giselle Itié no elenco, o longa de ação tem trama política envolvendo regimes ditatoriais na América do Sul. A previsão de estreia do filme no Brasil é 13 de agosto.



Fonte: g1, www.g1.com.br