Strans promete parar durante a execução do Corso em THE

Strans promete parar durante a execução do Corso em THE

Insatisfeitos com as condições trabalhistas e a dificuldade em negociar com o prefeito, os agentes prometem fazer uma paralisação durante o Corso

Os agentes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito estão ameaçando paralisar suas atividades durante o Corso de Teresina, o que poderá trazer prejuízos ao trânsito da capital durante a festa.

O superintendente da Strans, Pang Yen Hsiao, no entanto, garante que todo o planejamento realizado para esse dia será mantido. Ele assegura que já há um plano de contingência, caso os agentes não apareçam para trabalhar.

?A segurança dos condutores no dia do Corso não corre nenhum risco. Já está tudo planejado e de acordo com o planejamento de outras entidades. Tudo será mantido. Caso não apareçam agentes para trabalhar, nós já temos um plano de contingência, que será executado?, assegurou o superintendente.

Os agentes pedem melhores condições de trabalho e melhoria salarial. Segundo eles, as viaturas não possuem condições de trafegar pela cidade, estando algumas delas com documentação irregular. Além disso, eles alegam que necessitam de mais viaturas. O superintendente da Strans, no entanto, afirma que já foi aberto um canal de negociação com os servidores e esse impasse será resolvido em breve.

?Não temos muito o que melhorar nos vencimentos deles, pois eles não possuem perdas salariais e o que eles ganham hoje, no cargo de agente, que é de nível médio, já é superior a quem acabou de entrar em algum cargo de nível superior da Prefeitura Municipal de Teresina. De tudo o que eles pedem o que há menos chance de ser atendido é isso?, afirmou.

Quanto às questões estruturais, o superintendente informou que as melhorias já estavam sendo providenciadas antes mesmo de iniciarem as reivindicações. Até sábado, devem chegar à superintendência nove novas viaturas, além de um carro grande. ?Nós sabemos que qualquer coisa que formos fazer na administração pública é demorada e tem burocracias. Então, essas viaturas que chagarão agora foram solicitadas há algum tempo. Elas estão sendo adesivadas e logo estarão prontas?, pontuou.

Pang afirma ainda que fardas e calçados novos já foram adquiridos, novos equipamentos para quem trabalha nas motocicletas também já foram providenciados. Devem ser conseguidos ainda alguns equipamentos de comunicação.

Fonte: Pollyana Carvalho