Sucatas e oficinas são notificadas para desocupar calçadas

ação teve início na avenida Maranhão, na zona sul

A Superintendência Municipal de Transportes Públicos (Strans) e a SDU Sul realizaram na manhã desta sengunda-feira (13) uma operação da zona Sul de Teresina notificando sucatas, oficinas e outros estabelecimentos comerciais para que façam a desobstrução de calçadas e passeios públicos de modo geral.

Segundo o gerente de Fiscalização da SDU Sul, Rogério Rodrigues, a ação teve início na Avenida Maranhão, depois seguiu pela região do bairro Santa Luzia, onde existem várias sucatas.

“Nós estamos notificando todos que estão com material nas calçadas e canteiro central. Estamos dando um prazo de sete dias para se adequarem. Quem não arrumar tudo será multado. No caso de reincidência vamos voltar novamente com a Strans para fazer o recolhimento”, explicou o gerente.

Operação para desobstruir calçadas da zona sul (Crédito: Reprodução)
Operação para desobstruir calçadas da zona sul (Crédito: Reprodução)

De acordo com o diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Jaime Oliveira, a ação visa garantir a circulação das pessoas e veículos.

“Especialmente na zona Sul ainda temos muitas sucatas, que deixam muito material das calçadas, dificultando, com isso, a circulação dos pedestres, por isso nos unimos a Sdu para realizar esse trabalho em conjunto”, acrescentou.

Além das sucatas e oficinas, a gerência da SDU Sul está fiscalizando todos os comércios da região. Rogério explica que, de acordo com o Código de Postura do Município, é proibida a ocupação do passeio público.

“É proibido colocar cavaletes, mercadorias ou qualquer outro tipo de material. A calçada existe é para a passagem do pedestre. Estamos fazendo esse trabalho de notificação, mas quem não se adequar será multado e pode ter seus produtos apreendidos”, reforçou o gerente.

Já este ano 170 comerciantes foram notificados. As equipes da SDU Sul já visitaram pontos como as avenidas principais do Parque Piauí, Saci, a Barão de Gurguéia, Miguel Rosa e outras. 

Fonte: Portal Meio Norte