Sumiço de grávida que saiu para fazer o pré-natal faz 8 meses

Roberta Dias foi vista pela última vez no dia 11 de abril.

Depois de oito meses do desaparecimento da estudante Roberta Dias, de 18 anos, a polícia ainda não tem pistas que apontem a solução do caso.


Sumiço de grávida que saiu para fazer o pré-natal faz 8 meses

A jovem foi vista pela última vez no dia 11 de abril na cidade de Penedo, região do Baixo São Francisco, depois de sair de casa dizendo que iria a um posto de saúde fazer o pré-natal.

Alguns dias antes de sumir, ela havia revelado aos pais que estava grávida. Durante as investigações sobre o desaparecimento, a polícia interrogou o namorado da jovem, um adolescente de 16 anos.

Testemunhas contaram que ele teria pressionado Roberta para que fizesse um aborto, mas, segundo a polícia, ele disse em depoimeto que mudou de ideia e que assumiria o filho após exame de DNA.

A polícia apreendeu os computadores usados pela estudante e o namorado, além de pedir a quebra do sigilo telefônico da jovem. Na noite de ontem, o delegado Rubem Natário, responsável pelo caso, informou que ainda havia um material para ser analisado e que tudo seria levado para a Polícia Civil em Maceió. Ele não informou qual seria esse material.

Família não desiste

Os parentes de Roberta não desistiram de procurá-la e dizem ainda ter esperança de encontrá-la com vida. Desde que a jovem sumiu, eles fazem apelos nas redes sociais e chegaram até a oferecer uma recompensa para alguma informação concreta sobre o caso.

A esperança da irmã Amanda Dias é que Roberta ainda esteja viva. Ela conta que, quando a jovem desapareceu, a família recebeu muitos trotes, o que os deixou mais aflitos. ?Não temos nenhuma notícia dela. A polícia também diz que não tem novidades no caso?, disse.

Fonte: G1