Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Suspeito de estupro virtual ameaçava vítima em rede social

Homem foi preso após exigir fotos íntimas de uma mulher

Suspeito de estupro virtual ameaçava vítima em rede social
1 | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

A Polícia Civil investiga se o jovem Tarllys Andrade Aguiar, preso na manhã desta quarta-feira (11) suspeito de estupro virtual, também abusou de outras mulheres. O jovem suspostamente agia pelas redes sociais, onde mantinha perfis falsos em redes sociais.

A defesa do suspeito informou que "está analisando o andamento do inquérito e aguardando a conclusão das investigações. Quando as diligências forem encerradas, a defesa vai analisar qual a melhor medida para ser aplicada no caso."

Aguiar foi preso em uma oficina mecânica em Palmas durante a manhã. Ele é apontado pela polícia como um "estuprador virtual". A reportagem teve acesso a conversas que o rapaz teve com a vítima de 21 anos, utilizando um aplicativo de mensagem.

Trecho da conversa entre o suspeito e a vítima (Crédito: Divulgação)
Trecho da conversa entre o suspeito e a vítima (Crédito: Divulgação)

O suspeito ameaça divulgar fotos íntimas caso a jovem não continuasse a fornecer novas fotos: "Posso espalhar suas fotos ou vamos ficar de boa? Seu tempo tá acabando."

Em outro ponto da conversa, ele demonstra agressividade: "Se tu não mandar as fotos pra mim vou espalhar tudo no Facebook do seus amigos. Vai logo tirar essas fotos. Se tu não mandar agora, vou espalhar teus nudes e teus vídeos se masturbando [sic]."

Segundo a delegada Milena Lima, os dois teriam um relacionamento virtual e o crime estava sendo investigado há cerca de três meses. Para atrair as vítimas, o suspeito fez um perfil falso com o nome de Emanuel Rodrigues Lima.

"Ela passou a ter que se ‘autofografar’ e fazer vídeos íntimos, inclusive, se masturbando. As ameaças constam desde o meio de 2017 até fevereiro deste ano. A figura do estupro contempla a conjunção carnal e os atos libidinosos diversos, desde que praticados de forma coativa. Nesse caso, ela foi obrigada e constrangida a fazer aquilo. Não havia espontaneidade", explicou a delegada.

 Suspeito de chantagear mulher para receber fotos íntimas é preso pela Polícia Civil  (Crédito: Reprodução)
Suspeito de chantagear mulher para receber fotos íntimas é preso pela Polícia Civil (Crédito: Reprodução)

A prisão foi feita pela Delegacia Especializada na Repressão a Crimes Cibernéticos, com apoio da Delegacia de Investigação Criminal e Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra a Ordem Tributária.

O suspeito ficará preso temporariamente por ordem da Justiça.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto