Suspeito participa de assalto e faz refém no meio de missa na zona Sul do Rio

Suspeito participa de assalto e faz refém no meio de missa na zona Sul do Rio

Suspeito participa de assalto e faz refém no meio de missa na zona Sul do Rio

Um criminoso que mantinha uma pessoa refém dentro da Paróquia Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, na Zona Sul, desde por volta de 16h30m deste domingo, se entregou à polícia por volta de 19h10m. Segundo testemunhas, o suspeito havia participado de um assalto, junto com outros dois homens, a uma loja na Rua Visconde de Pirajá, no mesmo bairro. Com a chegada de policiais militares, o trio tentou fugir, rendendo um taxista. O motorista resistiu à ação e acabou sendo ferido com um tiro de raspão na mão. Em seguida, dois deles fugiram a pé pela Joana Angélica, enquanto o outro invadiu a igreja, onde era realizada uma missa.

Morador de Ipanema, José Conde, de 54 anos, disse que o criminoso entrou armado na igreja. Ele contou ainda que o homem chegou a render o padre, mas acabou fazendo outra pessoa refém. Dezenas de curiosos se aglomeraram no local, acompanhando o trabalho da polícia.

— Ele entrou armado, no meio da missa. Chegou a render o padre. Está uma confusão aqui. Tem muitos policiais — disse o morador, por volta de 17h, assustado.

Agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Polícia Civil, homens dos bombeiros e um helicóptero foram acionados. Um policial do Bope negociou a rendição do bandido. Segundo o padre Jorjão, o refém era o ministro da Eucaristia Eduardo Janeiro do Amaral, que, ao ver o padre José Ricardo ser rendido, se ofereceu para trocar de lugar com ele.

— Todo mundo ficou apavorado. O assaltante foi para cima do padre com uma arma e pediu que não fizessem alarde. A missa foi suspensa, e todo mundo foi liberado. Só o refém, o assaltante e o negociador estão dentro da igreja — disse o pároco, antes da rendição do criminoso.


A Rua Visconde de Pirajá foi interditada da Rua Henrique Dumont, por onde é feito o desvio, até a Rua Joana Angélica, para o trabalho da Polícia Militar. Segundo o Centro de Operações da prefeitura, há bloqueios da PM também nos cruzamentos deste trecho. Há lentidão na Avenida Vieira Souto, altura da Rua Rainha Elizabeth, sentido Copacabana.

Fonte: OGLOBO