10 produtos do Facebook que foram um fracasso nos seus 10 anos; veja

Nem só de alegrias viveu o Facebook em seus 10 anos de atividades



Nem só de alegrias viveu o Facebook em seus 10 anos de atividades. Além dos inúmeros problemas sobre privacidade, a empresa também teve de lidar com o fato de que nem tudo o que apresenta ao público é bem aceito. Confira abaixo uma lista com 10 fracassos da maior rede social do mundo:

Beacon

Com ele você podia compartilhar informações sobre o que fazia pelo Facebook? informações demais. A ideia era publicar posts informando que o usuário havia feito compras online. Dizendo o que e onde foi feita a aquisição.

Em dezembro de 2007, apenas um mês após o lançamento do Beacon, Mark Zuckerberg divulgou um texto reconhecendo ter cometido "muitos erros ao desenvolver essa ferramenta", que foi desativada em seguida.

Credit

Muito usada em games como FarmVille, da Zynga, a moeda do Facebook tinha como missão ser adotada de forma universal, mas não pegou e a empresa resolveu desativá-la em 2012. Cada dólar comprava 10 créditos.

Places

Criação do Facebook bem similar ao Foursquare, essa ferramenta não fez muito sucesso e acabou reformulada. Hoje há uma opção mais simplificada de check-in nos aplicativos móveis.

Deals

Em 2011, época em que o Credits ainda funcionava, o Facebook resolveu competir com o Groupon e lançou o Deals. As pessoas conseguiam obter descontos junto a comerciantes locais (o recurso entrou em teste em apenas cinco cidades) e também poderiam pegar vouchers pelo Facebook Credits.

Subscribe

Não é que esta opção tenha desaparecido, mas ela teve de ser renomeada. Lançado em setembro de 2011, o botão Subscribe permitia que pessoas seguissem outras e vissem seus posts públicos. O site achou melhor copiar o Twitter de uma vez e mudar para Follow - ou "seguir", em português.

On This Day

Também em 2011, o Facebook quis lembrar os usuários sobre o que eles haviam feito no passado, então mostrava a eles seus posts escritos anos atrás. A ideia nunca chegou a ser implementada plenamente; ficou em fase de testes, depois voltou em 2013 e sumiu de novo.

Sponsored Stories

A comunidade em prol da privacidade se animou quando o Facebook anunciou que acabaria com este formato publicitário que usa as atividades dos usuários para fazer propaganda.

Online Offers

Em 2012 o site lançou, em teste, um recurso para oferta de cupons e descontos que poderiam ser resgatados nos sites das empresas anunciantes. Outra ideia que acabou ficando para trás.

Questions

Antes, além de postar texto, imagem e vídeo, você também podia fazer uma pergunta pelo Facebook, criando uma enquete. Essa funcionalidade foi desativada em partes, pois ainda funciona em grupos e eventos.

Gifts

O Facebook já foi uma opção de loja para compra de presentes físicos; a operação toda era feita dentro da rede social, até que alguém entregaria o produto no endereço desejado. Só que 80% dos consumidores compravam apenas cartões eletrônicos, então no ano passado o Gifts passou a se limitar a esse tipo de ação.

Fonte: Olhar Digital