Maioria das crianças com 3 a 5 anos já usa apps educacionais

Maioria das crianças com 3 a 5 anos já usa apps educacionais

Nessa faixa etária, as crianças também estão cada vez mais próximas de dispositivos com acesso à internet.

A ideia de que vivemos em uma sociedade conectada, na qual as crianças já nascem sabendo usar celulares, computadores e tablets se torna cada dia mais palatável.

Uma pesquisa realizada pela empresa de tecnologia AVG com 5.423 pais de dez países aponta que 73% das crianças de 3 a 5 anos já utilizam algum aplicativo educacional. Nessa faixa etária, as crianças também estão cada vez mais próximas de dispositivos com acesso à internet.

Os dados apontam que 76% delas sabem desligar e ligar um tablet ou computador, 73% já utilizam algum game virtual, 42% já sabem fazer uma ligação telefônica, apesar de 43% não serem capazes de escrever o próprio nome.

Para Guilherme Camargo, hoje sócio-CEO da desenvolvedora Sioux, o fato de interagir com o conteúdo faz com que o aluno absorva mais do que apenas ler.

? A interação é a grande onda do mundo corporativo e da educação hoje. Usar conceitos dos games nas escolas ou mesmo fora delas promove o engajamento.

A amostra também revelou 97% das crianças entre 6 e 9 anos de idade já usaram a web no Brasil, enquanto os Países pesquisados chegam a 89%.

Outro especialista que acredita que a sala de aula e o dever de casa podem ser tão divertidos e provocar o mesmo engajamento que os videogames causam em jovens e crianças quando eles estão jogando é de Nolan Bushnell, fundador do Atari. Em entrevista ao R7, ele explicou que a concentração do jogador faz com que a aprendizagem seja maximizada durante cada segundo da partida.

Jogos estimulam a alfabetização

No Brasil, o desenvolvimento de jogos que ensinam crianças está crescendo. Em março, a dupla Palavra Cantada lançou um game chamado Brincando com Palavras, que consiste em juntar letras que formam palavras do videoclipe animado.

O jogo tem dois níveis de dificuldade, uma considerada fácil, em que as mesmas letras caem na sequência correta para formar a palavra e a normal, em que a criança terá que formar a palavra escolhendo as letras que caem aleatoriamente e versões para celulares e tablets das plataformas IOS e Android.

? No caso do game da dupla da Palavra Cantada, a associação de um jogo com a música estimula o desenvolvimento das crianças. No Brasil, temos outros aplicativos famosos como o da Galinha Pintadinha que já estão disponíveis para os usuários, conta Camargo.

Outro jogo criado para alfabetizar crianças chamado Brincando com Arie traz o leãozinho, que atua como uma espécie de guia de brincadeiras como pintura, jogo da memória, e outros jogos que ensinam às crianças a associação de palavras a objetos.

Fonte: r7