Americanos formam longas filas para comprar novo iPad 2

Americanos formam longas filas para comprar novo iPad 2

Tablet já está a venda pela internet, mas só chegará às lojas americanas às 19h (horário de Brasília)

O iPad 2 já está disponível para compra por meio da internet na Apple Store americana desde às 6h (horário de Brasília), mas o tablet demorará entre duas e três semanas para chegar à casa do comprador. Com isso, muitos americanos ansiosos para ter o tablet nas mãos formaram filas à frente das lojas que começam a vender o iPad 2 a partir das 19h de hoje (horário de Brasília).

Na Apple Store de Nova York, por exemplo, nem o mau tempo espantou os fãs dos produtos da Apple. Eles formaram uma fila na frente da loja e improvisaram um acampamento com guarda-chuvas para se proteger do frio. Além das Apple Stores, as pessoas encontram o iPad 2 nas lojas da AT&T, Best Buy, Target, Verizon, Walmart e em alguns distribuidores autorizados da Apple.

Hoje, o iPad 2 só está disponível nos Estados Unidos, mas em duas semanas chegará a mais 26 países, entre eles Alemanha, Austrália, Canadá, França e Itália. O Brasil não está na primeira lista de países que receberão a nova versão do tablet.

A nova versão do iPad

Conforme Steve Jobs, CEO da Apple, explicou ao anunciar o tablet na semana passada, a nova versão do iPad é 33% mais fina, possui tela 15% mais luminosa e vem com novo processador que torna o aparelho duas vezes mais rápido. O tablet tem 8,6 milímetros de espessura e duas câmeras: uma frontal, de baixa resolução, e uma traseira, com 5 megapixels, que também permite filmar em alta resolução.

A nova versão do tablet também ganhou novos acessórios, como a capa flexível que adere à tela por meio de pequenos ímãs e também serve como apoio ao digitar na tela com as duas mãos ou assistir um filme. As capas, nas versões de borracha e couro, são vendidas separadamente e custam US$ 40 e US$ 70, respectivamente. Há também um novo adaptador para HDMI, que permite reproduzir conteúdo do tablet em TVs de alta definição. O acessório custa US$ 40.

De acordo com David Pogue, colunista de tecnologia do jornal The New York Times, o iPad continuará a dominar o mercado de tablets, porque oferece os recursos que os usuários mais valorizam, como espessura fina, peso, beleza e aplicativos. Atualmente, existem 65 mil aplicativos para iPad disponíveis na App Store, fora os 290 mil aplicativos para iPhone que podem ser reproduzidos em baixa resolução em telas maiores.











Fonte: IG