Anatel irá multar operadoras por qualidade da banda larga móvel

Presidente diz que valor só será conhecido após processo administrativo. Vivo, Oi, TIM e Claro não cumpriram meta de 98% nas conexões.

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, disse nesta sexta-feira (17) que as operadoras Oi, Vivo, Claro e TIM serão multadas por conta do descumprimento da meta de sucesso nas conexões de banda larga móvel de seus clientes.

?As empresas estão abaixo da média e serão punidas?, disse Rezende. Entretanto, ele não soube informar o valor da multa, que só será conhecida ao final do processo administrativo que já foi aberto na agência.

Dois relatórios já divulgados pela agência mostram que as quatro empresas não conseguiram cumprir a meta de 98% de sucesso nos acessos à banda larga móvel, valida desde setembro de 2012. A multa a que se refere o presidente da Anatel se deve ao desempenho apurado entre setembro e dezembro de 2012. O desempenho das operadoras é hoje de cerca de 95% e sucesso nas conexões.

Relatório

O acesso à rede de dados (internet) se manteve como principal problema da telefonia móvel no país entre os meses de novembro e janeiro, aponta o novo relatório de monitoramento divulgado nesta sexta-feira (17) pela Anatel.

De acordo com o documento, a taxa média de sucesso no acesso à rede de dados móvel no país, entre novembro de 2012 e janeiro 2013, foi de 95%, abaixo da meta de 98% estipulada pela Anatel às operadoras.

Portanto, assim como no trimestre anterior (agosto a outubro de 2012), alvo do primeiro relatório da Anatel de acompanhamento do setor, nenhuma das quatro grandes empresas de telefonia celular do país - Oi, Vivo, TIM e Claro -, conseguiu cumprir a meta de sucesso no acesso à rede de internet móvel.

O pior resultado foi apresentado pela Vivo, com taxa média de acesso de cerca de 92% - as outras três tiveram resultado de cerca de 95% ou mais.

O descumprimento da meta evidencia que a rede das empresas não suportava, pelo menos até janeiro, a demanda dos clientes por acesso à rede de internet móvel.

Como no relatório anterior, a Anatel avaliou outros três indicadores de qualidade dos serviços prestados pelas quatro empresas: acesso à rede de voz (sucesso nas tentativas de fazer chamadas), queda de chamadas e queda de conexões de internet móvel. Nestes três quesitos, as quatro operadoras estão dentro das metas.

Fonte: G1