Android cresce graças a smartphones, mas tablets não emplacam

Android cresce graças a smartphones, mas tablets não emplacam

O sucesso dos smartphones não se reflete ainda em relação aos tablets.

Os dispositivos móveis estão cada vez mais populares na região, mas são os smartphones que têm "monopolizado" esse mercado. No Brasil, a plataforma Android cresceu 400%, segundo dados do próprio Google. Mas tablets com o sistema operacional ainda tentam cair no gosto dos consumidores e enfrentam o iPad, da Apple.

Os dados foram apresentados pelo brasileiro Hugo Barra, gerente mundial de produtos móveis do Google, durante evento anual da empresa para a imprensa latino-americana, nesta sexta (4). Segundo Barra, que participou via videoconferência, embora os números indiquem um forte crescimento de smartphones no Brasil, o mercado ainda reserva muito potencial.

"Enquanto no Chile os celulares inteligentes já são 25% do total de aparelhos, o Brasil fica mais atrás, com 13%", detalhou. Com planos pré-pagos de internet e preços mais baixos de aparelhos, o gerente acredita que 2012 "será o ano dos smartphones", não só no país, como também na América Latina. "São dois fatores muito relevantes para os consumidores da região."

Mas o sucesso dos smartphones não se reflete ainda em relação aos tablets. Barra ressalva que o mercado dos computadores ultraportáteis, por ora, é ainda pequeno em comparação aos dos celulares. "As fabricantes têm de escolher os nichos certos, identificar quais aparelhos caem no gosto do consumidor", afirma. O brasileiro é, no entanto, otimista. "O sucesso do Android nessa plataforma é uma questão de tempo."

O executivo não citou outros fatores que prejudicam as vendas, como alto preço desses dispositivos no Brasil e, principalmente, a preferência dos consumidores pelo iPad, da Apple. Uma pesquisa recente aponta que quase metade dos que pretendem comprar um tablet prefere a Apple a outras marcas.

Fonte: UOL