Antes de ser morta, britânica teve seu Facebook hackeado

Antes de ser morta, britânica teve seu Facebook hackeado

O pequeno Jaden, filho da vítima, foi testemunha do caso que tem como principal acusado o ex-namorado

A britânica Leanne Mcnuff, de 24 anos, foi esfaqueada pouco depois de avisar a uma amiga que sua conta no Facebook havia sido hackeada. Alguns momentos antes do assassinato, o hacker modificou o status do perfil da vítima para ?dormindo em algum lugar?. O crime virou notícia em Manchester, na Inglaterra.

O pequeno Jaden, filho da vítima, foi testemunha do caso que tem como principal acusado o ex-namorado de Mcnuff, Ian Lowe, de 24 anos. Ele foi interrogado pela polícia, assim como a amiga para quem a vítima ligou antes de ser esfaqueada, Emma Barlow. A mulher revelou que ficou preocupada quando viu a mudança de status no Facebook.

?Ela achava que alguém tinha hackeado a conta dela no Facebook. Alguém estava falando coisas mentirosas sobre ela por lá e ela estava muito triste?, explicou a amiga ao jornal Daily Mail.

Barlow revela que soube do assassinato pelo rádio e lamentou não somente a perda, como também o momento traumático que o pequeno Jaden viveu.

Um representante do exército inglês, onde Lowe trabalhava, confirmou que o militar foi detido por suspeita de assassinato. O caso, no entanto, ainda não foi solucionado e a investigação está sendo conduzida pela polícia de Manchester.


Antes de ser morta, britânica teve sua conta no Facebook hackeada

Fonte: techtudo.com.br