Aplicativo para smartphones identifica o nome de músicas

Ele faz com que o celular “escute” o que está tocando no ambiente e identifique qual o nome da canção.

26/04/2012 - 10:54
Shazam, o aplicativo que
Shazam, o aplicativo que "ouve" músicas e as identifica
Foto: Divulgação

Se você tem smartphone, gosta de música e está sempre ampliando seu repertório de canções, pode baixar o aplicativo Shazam, para iPhone e Android, entre outros. Bastante útil, ele faz com que o celular “escute” o que está tocando no ambiente e identifique qual o nome da canção.

Além disso, ele também mostra a letra da música, exibe links de vídeos no YouTube com a canção selecionada, compartilha a obra nas redes sociais (Facebook, Twitter e Google+) e permite até comprar o arquivo via Internet.

Para identificar a canção, basta clicar no símbolo do aplicativo no meio da tela, que ele começa a “ouvir”. Em poucos segundos, já passa diversas informações, como nome do álbum e discografia do intérprete.

E seu nível de acerto é muito bom. Em um teste com 20 canções, ele acertou 15. Música pop, no estilo Shakira ou Beyoncé, ele tira de letra. Também mandou bem no rock, identificando até bandas menos populares, como Accept. Ele também mostrou conhecimento em música brasileira, acertando em poucos segundos “Balada do Louco” (Os Mutantes), “Samba da Benção” (Vinicius de Morais) e “Que País é Esse?” (Legião Urbana).

Mas se complicou com alguns ritmos, como no caso de música clássica e punk brasileiro/hardcore. No primeiro caso, ele só identificou “As quatro estações”, de Vivaldi, entre quatro músicas selecionadas. No segundo caso, acertou apenas uma das três das bandas (Ratos de Porão), mas errou o nome da música.

Nos teste, a versão gratuita para Android exibiu as letras das canções, enquanto o aplicativo para iPhone não mostrou esse recurso.

O Shazam também tem uma versão mais completa (com preço salgado), chamada Encore (cerca de R$ 10 para iPhone e R$ 9 para Android), sem limite de músicas identificadas (tags) e que não exibe anúncios.

FONTE: UOL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ver mais+

DEIXE SEU COMENTÁRIO

voltar para o topo