"Apps" infantis capturam dado pessoal sem conhecimento

"Apps" infantis capturam dado pessoal sem conhecimento

Apesar de não dizer, aplicativos bombardeiam crianças com publicidade.

Enquanto 59% dos aplicativos para celular voltados a crianças compartilham informações pessoais, apenas 11% são transparentes ao informar isso.

A informação consta em um infográfico divulgado nesta quinta-feira (28) pela FTC (Comissão Federal de Comércio, na sigla em inglês), órgão do governo dos EUA, a partir de informações de um relatório recente sobre app infantis.

Além de terem seus dados pessoais capturados, as crianças são bombardeadas com publicidade. Apenas 9% dos aplicativos deixam claro em seus termos de uso que podem conter anúncios. Mas 58%, de fato, fazem isso.

Para os pais atentos não só à segurança e de seus filhos na internet, mas também com o próprio bolso, a FTC apresenta outro dado.

Sob a máscara da gratuidade, alguns aplicativos fazem o usuário gastar: 84% dos apps que permitem pagamento por alguma melhoria são baixados gratuitamente.

Por fim, a Comissão mostrou que 9% dos programas explicitam que remetem as crianças para redes sociais, enquanto 22% são adeptos da prática.

Cuidados

Para evitar surpresas, a Comissão dão dicas aos pais: ver as capturas de tela dos aplicativos, ler sobre os criadores dele, observar a descrição, a avaliação do conteúdo e as opiniões de outros usuários.

Além disso, outra orientação é baixar os programas junto dos filhos e colocar uma senha que será pedida em toda operação financeira de um app.

Fonte: G1