Assassino usa conta falsa no Facebook para atrair vítima

Assassino usa conta falsa no Facebook para atrair vítima

Dannevig usou uma conta falsa no Facebook, fingindo ser Jason Green, um dos líderes de um centro de reabilitação de animais

Christopher James Dannevig, 22 anos, foi declarado culpado por assassinar Nona Belemesoff, de 18 anos, próximo a Sydney, na Austrália. A conclusão das investigações fecha o caso que havia sido aberto em 2010.

Dannevig usou uma conta falsa no Facebook, fingindo ser Jason Green, um dos líderes da Wildlife Information Rescue and Education Systems - um centro de reabilitação de animais à vida selvagem na Austrália.

Ele atraiu a jovem para uma área florestal deserta após uma oferta de trabalho. O assassino contou à corte que afogou Nona Belemesoff mantendo a cabeça dela embaixo d?água por dois minutos.

Dannevig foi condenado a 28 anos de prisão, podendo ter a pena reduzida para 21 anos. O juiz do caso disse que, apesar do assassino ter confirmado ser portador de uma deficiência intelectual, isso não é evidência o bastante para acreditar que ele não sabia o que estava fazendo.

Os termos de serviço do Facebook proíbem usuários de disponibilizar informações falsas ou criar uma conta de alguém que não seja você mesmo.

Fonte: tech tudo