Aumenta procura por investidores anjos no Brasil

Ele considera a capacidade do empreendedor em levar o projeto

Cresce a nível global o sistema de investimento em que profissionais de diferentes áreas apostam em empresas que estão começando seu negócio, são os investidores anjos, que por vezes estão sujeitos a riscos, mas também grandes oportunidades de ganhos. Cada anjo pode desembolsar entre R$ 50 a R$ 200 mil, além de poder contar com a participação de outros investidores. O diferencial é que ele não aplica apenas recursos financeiros para gerir o negócio, mas também orienta os empreendedores, indicam clientes, fornecedores e parceiros para garantir a prosperidade da aplicação.

Esse é um dos pontos avaliados na hora de investir, a capacidade que esse empreendedor tem para receber opiniões, dicas e principalmente criticas para no final o investimento conseguir obter grandes ganhos. Mundialmente, os anjos foram peças essenciais para o crescimento e desenvolvimento de empresas como Google e Facebook.


Image title

A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Pernambuco, Lúcia Carvalho Pinto de Melo, afirma que existe uma tendência crescente desse tipo de investimento no Brasil. Ela lembra que a cadeia da inovação começa com a ideia, que está relacionado com o que cada indivíduo idealiza, depois leva para a criação de uma empresa e para isso é preciso investimento.

“O que é preciso acontecer para a concretização desse investidor possa acontecer e ele consiga resolver problemas de propriedade intelectual, relações internacionais e marca é pensar o mercado como global, pois os produtos de tecnologia não são para o mercado local. Por isso se torna uma competição muito mais acirrada e as exigências são maiores e precisamos diminuir cada vez mais a carêncoa de investidores privados na área da inovação no Brasil”, declarou.

Ela ressalta que as empresas que já possuem uma dinâmica de negócio consolidada tendem a ter um peso muito alto na conquista de investidores já conhecidos, por isso os anjos são primordiais para as empresas nascentes com altos potenciais de negócios, pois tendem a desenvolvê-las de forma mais rápida e eficaz. Esse tipo de investimento pode ser decisivo para o negócio, pois alia recursos financeiros e capacidade produtiva intelectual. A secretária afirma que a inovação deve ampliar a economia e as oportunidades de trabalho, além de gerar renda e emprego.

Jovens buscam investidores na Campus Party

Desde a última quinta-feira (24) até domingo (26) acontece a quarta edição da Campus Party Recife 2015, no Centro de Convenções em Olinda, no Pernambuco um dos maiores eventos de tecnologia do país e que reuniu cerca de 4 mil apaixonados pela área. Muitos dos participantes são jovens que buscam uma visão mais ampla sobre questões voltadas a inovação e empreendedorismo, eles buscam novos conhecimentos e desenvolvem novos projetos e empreendimentos, além de buscar parceiros e investidores para alavancar seus negócios e planos.

Image title


Danilo Vasconcelos, 24 anos é um dos jovens que se encaixam nesse perfil. Ele é natural de Recife (PE) e já atua na área de desenvolvimento de games. Segundo Vasconcelos, a principal motivação para participar do evento é atrair investidores para o seu negócio. “Essa é a minha primeira experiência na Campus Party e além de trocar experiências, participei para conquistar investidores na área de games que possa me ajudar tanto como um mentor, conselheiro, quanto na parte financeira”, disse.

Especialistas listaram algumas dicas para quem deseja conquistar investidores anjos como a insistência, o que se refere ao envolvimento e participação dele com o projeto, a praticidade, a humildade, objetividade, talento e os propósitos bem definidos são ótimos indicadores para iniciar uma apresentação e conversa com o investidor-anjo e após a primeira conquista ficará mais fácil atrair novos investidores.

Vale lembrar que, cada investidor anjo considera a capacidade do empreendedor em levar adiante o projeto, afinal o dinheiro dele estará sob seu comando, por isso é preciso estar preparado para apresentar e defender o seu projeto e ter um modelo de negócios definido contendo as principais variáveis do negócio.

O investidor anjo busca obter um ganho maior que as aplicações tradicionais, mesmo que isso implique num risco maior. Para isso, investe em startups e vende a sua participação posteriormente, quando a empresa estiver mais estruturada e lucrativa e mais valorizada. Ele normalmente dilui o seu risco, investindo em várias empresas porque sabe que apenas uma parte delas atingirá o sucesso que devem se valorizar o suficiente para compensar o fracasso ou o baixo retorno entre as apostas.


Image title


Fonte: Waldelúcio Barbosa