Brasileiros se preocupam, contudo publicam dados pessoais na internet

Brasileiros compartilham o número do celular e o endereço de e-mail na rede. Especialista diz que é preciso ter consciência no uso da web.

Descrito no relato de Edward Snowden, analista de TI e ex-técnico da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA), o X-Keyscore, principal mecanismo usado para a análise de dados privados, é capaz também de examinar informações em Big Data. De acordo com Snowden, esse instrumento pode rastrear ?tudo que o usuário faz na internet?. O acesso a esse tipo de informação, consequência de uma evolução no desenvolvimento tecnológico, faz com que as pessoas que sintam receio ao compartilhar registros pessoais na rede, fiquem mais preocupadas ainda.

Uma pesquisa realizada pela Symantec apontou que 90% dos brasileiros se preocupam em proteger a privacidade on-line, no entanto, esse é o mesmo percentual de quem diz não saber se as informações presentes nos dispositivos móveis estão seguras. A pesquisa indica que, mesmo desconhecendo sobre a segurança em seus aparelhos, ainda há quem compartilhe dados privativos: 25% dividem a localização física e 35%, o número de telefone. Além disso, 52% partilham a data de aniversário; 61%, o nome; e 70%, o endereço de e-mail.

Fonte: Correio Braziliense