Câmeras portáteis capturam momentos espontâneos do dia

Câmeras portáteis capturam momentos espontâneos do dia

A Memoto pode tirar até 4 mil fotos em dois dias e envia todas as imagens para a nuvem automaticamente

Registrar espontaneamente desde ocasiões especiais como uma cerimônia de casamento até as mais cotidianas como um dia de trabalho. É essa a proposta das wearable cameras, dispositivos portáteis fixados à roupa ou usados como um colar que capturam momentos aleatórios de um dia na vida do usuário. A proposta de um diário digital em imagens já foi adaptada inclusive para aplicativos de smartphones e tablets. Confira:

Autographer

Cinco sensores que detectam diferenças súbitas de luz, cor, movimento, direção e temperatura são responsáveis por comandar os disparos da câmera Autographer, sem que o usuário necessariamente saiba disso. Utilizando a tecnologia SenseCam, da Microsoft, o dispositivo pode identificar mudanças e capturar centenas de imagens de alta resolução durante o dia, desde a corrida para pegar o ônibus até o encontro casual com um conhecido.


Câmeras portáteis capturam momentos espontâneos do dia a dia

Para permitir que a câmera funcione como um diário digital, o usuário pode pendurá-la no pescoço como um colar. As lentes captam imagens dentro de um ângulo de 136 graus, com uma qualidade de até 5 megapixels. A Autographer também vem equipada com GPS, bluetooth e memória interna de 8GB. Um app desenvolvido especialmente para o gadget permite a visualização das fotos, bem como o compartilhamento das imagens pelo Facebook ou Twitter. O software (que também pode ser instalado no desktop) ainda ajuda na criação de vídeos em stopmotion - uma espécie de animação quadro a quadro -, fazendo uma revisão do dia em poucos minutos.

Criada pela OMG Life, subsidiária do grupo britânico de tecnologia Oxford Metrics Group, a Autographer passou a ser comercializada pela internet no início de novembro deste ano. O valor da câmera é de 399 libras.

Memoto

Sem nenhum botão e com seus quatros lados medindo apenas 36 milímetros, a câmera Memoto tira fotos espontâneas a cada 30 segundos, desde o momento em que o usuário fixa o dispositivo na roupa. Não importa onde ou em que posição a câmera é usada: o aplicativo integrado ao gadget se encarrega de organizá-las e redefinir sua orientação para exibi-la corretamente.

A memória interna comporta dois dias inteiros de fotografias, o que resulta em aproximadamente 4 mil imagens com qualidade de até 5 megapixels. O aplicativo também agrega informações sobre quando e onde a foto foi tirada (com dados fornecidos pelo GPS instalado na câmera). A câmera é capaz de produzir 4GB de dados por dia, e até 1,5TB por ano. Para guardar tudo isso, a Memoto ainda conta com um serviço de armazenamento na nuvem, sem limite de espaço. O primeiro ano é gratuito. Após esse período, haverá cobrança, mas a empresa ainda não tem estimativa do valor da taxa de manutenção.

Todas as fotos são armazenadas na nuvem e permanecem privadas, a não ser que o usuário decida compartilhá-las. No servidor, elas são organizadas por eventos, permitindo que o usuário busque uma imagem específica a partir de palavras-chave, como local ou data. Também é possível transformar os registros em um vídeo em stopmotion. A empresa está desenvolvendo aplicativos para os sistemas iOS e Android, permitindo acesso às fotos pelo smartphone.

Atualmente o projeto está em fase de produção, enquanto segue aberta a campanha no site Kickstarter, site de financiamento coletivo, para arrecadar fundos que cobrirão os custos de seu desenvolvimento. O mínimo necessário já foi ultrapassado. Quem doar US$ 249 ou mais receberá uma câmera e terá um ano de assinatura do serviço na nuvem (limitado a mil doações). A partir de fevereiro de 2013, o produto será enviado aos doadores. A câmera está disponível nas cores branco, laranja e cinza, e custará US$ 279.

Spontaneon

A câmera do smartphone também pode fazer registros espontâneos do dia a dia. Com o aplicativo Spontaneon, o celular tira fotos aleatoriamente, sem um intervalo definido - ou seja, com maior ou menor frequência. Para utilizar, basta posicionar o dispositivo em algum lugar e deixar o app ligado. O próprio sistema se encarrega de ajustar o flash e outras configurações necessárias para melhorar as fotos. A versão padrão do Spontaneous está disponível para iPhone, iPad e iPod Touch, enquanto a versão em HD pode ser utilizada apenas no iPad. Ambas são encontradas gratuitamente na App Store.

Fonte: Terra