Canadá: Ataque à rede da Sony vaza dados de 2 mil usuários

O caso foi conhecido depois de a empresa informar nesta terça-feira de ataques similares na Grécia, Indonésia e Tailândia

Os dados pessoais de cerca de dois mil clientes da Sony Ericsson no Canadá foram roubados em um novo ataque virtual contra uma rede online da multinacional japonesa, confirmou nesta quarta-feira à Agência Efe um porta-voz da companhia.

O caso foi conhecido depois de a empresa informar nesta terça-feira de ataques similares na Grécia, Indonésia e Tailândia.

A empresa japonesa parece ter se transformado em alvo fixo de piratas virtuais, depois que no mês passado uma invasão em suas redes de videogames online e de distribuição de conteúdos multimídia provocou o vazamento de dados pessoais de mais de 100 milhões de usuários.

No Canadá, o roubo de dados (nomes, direções postais e senhas) ocorreu em uma rede da Sony Ericsson Mobile Communications Japan, embora não tenha vazado nenhuma informação de cartões de crédito, segundo o porta-voz da Sony.

O portal, cujo serviço foi suspenso temporariamente, não faz parte do sistema principal da Sony Ericsson, e a companhia não tem indícios de que as informações tenham sido utilizadas indevidamente.

Também não foram comprometidos os dados de cartões de crédito na Grécia, onde vazaram dados de usuários registrados em páginas da Sony Music Entertainment, cujo serviço também permanece suspenso.

Foram atacadas ainda algumas páginas da divisão da Sony Music Entertainment na Indonésia, embora a companhia não tenha detectado por enquanto nenhum roubo de informações, enquanto na Tailândia um site de venda de produtos eletrônicos da companhia sofreu a invasão de "hackers".

A corporação ainda não restabeleceu plenamente em todas as regiões seus serviços PlayStation Network e Qriocity, atacados em abril, e por enquanto não deu datas concretas para sua restauração.

As invasões afetaram também o serviço Sony Online Entertaiment (SOE) e deixaram vulneráveis os dados pessoais de mais de 100 milhões de usuários.

Fonte: Terra