Cazaquistão: Google nega  mudar servidores para dominio ".kz"

Cazaquistão: Google nega mudar servidores para dominio ".kz"

Ele acrescentou que a decisão das autoridades é uma tentativa de "pôr fronteiras à internet"

A Google se negou a transferir seus servidores no Cazaquistão para o domínio ".kz", como tinha ordenado o Governo do país, e dirige agora as buscas no "google.kz" ao "google.com", anunciou nesta quarta-feira em seu blog o vice-presidente da Google na Rússia, Bill Coughran.

O executivo afirmou que há um mês o Ministério de Comunicações do Cazaquistão emitiu uma ordem segundo a qual todos os domínios ".kz" deveriam estar registrados em servidores que se encontrem fisicamente no território do país.

"Para cumprir essa exigência, a Google teria que dirigir todos os pedidos de buscas feitas no "google.kz" a servidores no Cazaquistão", ressaltou.

Ele acrescentou que, diante desta situação, a Google adotou a decisão de dirigir os visitantes da página "google.kz" para "google.com" em cazaque.

"Infelizmente, isto reduzirá um pouco a qualidade da busca para os usuários do país, já que os resultados não serão processados de acordo com as particularidades locais", admitiu Coughran.

Ele acrescentou que a decisão das autoridades é uma tentativa de "pôr fronteiras à internet".

"Se nos víssemos obrigados a processar as buscas em ""www.google.kz"" só em servidores locais, estaríamos propiciando a fragmentação da internet", ressaltou.

Fonte: Terra