CeBIT aborda segurança digital e "computação em nuvem"; saiba

A segurança no mundo digital e a chamada

A segurança no mundo digital e a chamada "computação em nuvem" serão os temas centrais da edição deste ano da CeBIT de Hannover, na Alemanha, uma das mais importantes feiras de informática do mundo que deve atrair mais de 4 mil expositores.

A CeBIT será inaugurada nesta segunda-feira em cerimônia na qual falarão a presidente Dilma Rousseff, como representante do País convidado, a chanceler alemã Angela Merkel e o chefe do conselho de administração do consórcio Google, Erich Schmidt.Como convidado especial, o Brasil terá cerca de 80 empresas representadas na CeBIT.

Já a participação de Schmidt na feira ocorre em um momento em que a Google é alvo de duras críticas na Alemanha por sua postura na proteção de dados, às quais se somou neste fim de semana a ministra de Proteção ao Consumidor, Ilse Aigner.

Após anos com tendência de baixa quanto ao número de expositores, devido à crise econômica e à concorrência de outras feiras de informática, a CeBIT mostrou no ano passado uma certa recuperação e neste ano deve apresentar aumento de 2%.

Embora o tamanho da CeBIT continue longe do que teve em sua época de maior auge, o presidente da feira, Ernst Raue, disse que esse é um tema secundário e o fundamental é proporcionar bons negócios aos empresários presentes na feira em Hannover.

Raue destacou ainda o retorno a Hannover de expositores como Sharp e Samsung e a presença de consórcios estratégicos como Google, Facebook, IBM, SAP e Microsoft.

Os constantes ataques de hackers e os crimes eletrônicos são um dos motivos que fizeram as questões de segurança e confiança serem temas centrais da CeBIT.

A "computação em nuvem" volta a ser abordada, assim como no ano passado. Estudo da associação de empresas de informática alemãs, a Bitkom, aponta que o faturamento da "computação em nuvem" crescerá 47% neste ano na Alemanha, atingindo 5,3 bilhões de euros.

Fonte: Terra