Chinesa anuncia produção de tablets no país a partir de agosto

Chinesa anuncia produção de tablets no país a partir de agosto

No encontro, o presidente da ZTE, Hou Weigui, confirmou investimentos de R$ 500 milhões até 2014

Executivos da chinesa ZTE informaram nesta segunda-feira, após reunião com a presidente Dilma Rousseff, que os primeiros tablets da marca no Brasil começam a ser produzidos em agosto em parceria com fábricas nacionais.

A expectativa é que em novembro sejam produzidos os primeiros celulares de terceira geração (3G) da companhia, a segunda maior fabricante chinesa de equipamentos de rede.

No encontro, o presidente da ZTE, Hou Weigui, confirmou investimentos de R$ 500 milhões até 2014. Até lá, serão contratados 2.500 trabalhadores para atuar na unidade da empresa em Hortolândia (SP).

O investimento total será para a fábrica --que deve ficar pronta em 2012, centro de pesquisa e logística. Esse será o primeiro centro de pesquisa e desenvolvimento da empresa na América Latina. Além dos tablets e celulares 3G, a ZTE também terá produção de fibra ótica e Wi-Fi.

Dilma conheceu a empresa no início do ano na viagem oficial à China. A empresa chinesa possui operações no Brasil desde 2001, com importação regular de aparelhos de telefonia celular e produção local de modens para acesso a internet por meio da Flextronics, em Sorocaba (SP).

Em 2010, a receita da empresa atingiu US$ 10,6 bilhões. Em território brasileiro, o dado mais atualizado aponta um faturamento de US$ 300 milhões para o ano de 2009.

A empresa chinesa pretende vender 3 milhões de tablets neste ano, ante 200 mil e 300 mil unidades no ano passado, em um setor no qual companhias como Apple, Samsung e Lenovo têm batalhado por participação no mercado.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br