Cientista vai produzir computador capaz de prevê o futuro; saiba!

Entre as preocupações dos europeus é evitar uma nova crise econômica mundial.

O projeto do computador que pode prever o futuro tem como objetivo evitar que grandes catástrofes aconteçam novamente. Para isso, o supercomputador Living Earth Simulator (LES) irá consultar um vasto banco de dados para prever, com base nas referências, quando um evento pode se repetir. O projeto já conta com o apoio financeiro da Comissão Europeia, que investirá 900 libras. Entre as preocupações dos europeus é evitar uma nova crise econômica mundial.



O Living Earth Simulator (LES) é capaz de coletar as informações divulgadas na internet, em sites relevantes e nas principais redes sociais e analisar esses dados nos "computadores mais poderosos do mundo". Com isso, o sistema pode indicar as possibilidades de uma nova crise financeira iminente, prevenindo a comunidade europeia a tempo de tomar medidas cautelares.

Os responsáveis pelo projeto propõem que o LES seja uma espécie de "sistema nervoso" global, substituindo os atuais modelos de gestão econômica, que é considerado por muitos economistas desatualizado. O projeto já conta com o apoio de aproximadamente 30 instituições científicas mundiais, e a Comissão Europeia já colocou o LES como prioridade na lista de investimentos científicos, com o apoio financeiro de 900 milhões de libras. Porém, a ideia de criar um complexo sistema de computadores recebe algumas críticas de especialistas, que chamam o projeto de utópico e ambicioso.

"Temos que ser céticos quanto às possibilidades dos computadores mais poderosos do mundo analisarem o comportamento das pessoas", disse Iain Begg, professor da Escola Econômica de Londres, ao Sunday Times. Para Begg, o mundo possui uma complexidade muito grande e o comportamento das pessoas é algo ainda mais difícil de se analisar, pois as tendências sociais não são apenas complexas, mas mutáveis com o passar do tempo.

Já os defensores do LES dizem que, diante do cenário atual, a necessidade de um sistema de previsão como esse é maior do que nunca já que a atual crise econômica e o colapso da zona do Euro não foi prevista pelos atuais modelos de análise financeira.

Mas o LES vai ainda mais adiante, ele foi projetado para prevenir também a propagação de doenças infecciosas, como a gripe suína e de identificar métodos para combater as alterações climáticas. Vale lembrar que um sistema semelhante já foi visto pelo menos uma vez, em o livro "O Guia do Mochileiro das Galáxias".

Fonte: techtudo.com.br