Sob ameças de crackers, código da Norton poderá ser revelado

Segundo o grupo, membros da inteligência militar indiana conseguiram capturar o código se infiltrando em servidores

Depois de ser protagonista de uma ação judicial na qual foi acusada de scareware, a Symantec terá que enfrentar a fúria de crackers que ameaçam divulgar o código-fonte do seu anti-vírus Norton, um dos principais produtos da empresa.


Código-fonte do Norton poderá ser divulgado hoje

O scareware é uma abordagem de venda antiética de um software, em que se propaga uma ameaça de dano inexistente ao computador, causando pânico e sugerindo, nesse caso específico, o download de um anti-vírus para remover o problema.

De acordo com o Anti-Phishing Working Group, o número de programas scareware teve aumento substancial em 2008, passando de 2850 para 9287 no segundo semestre daquele ano. Segundo divulgado pela Reuters, a Symantec declarou não crer que o processo tenha mérito e que vai se defender fortemente da acusação.

Em princípio o código seria revelado na última sexta feira (13), conforme constava na página do Twitter de Yama Tough, que faz parte de um grupo de hackers indianos que se autodenomina The Lords of Dharmaraja. Contudo, apenas parte foi liberada e, no sábado (14), foi divulgado que o código inteiro seria publicado nesta terça-feira (17). Segundo o grupo, membros da inteligência militar indiana conseguiram capturar o código se infiltrando em servidores.

A Symantec confirmou na semana passada que hackers conseguiram uma parte do código, mas disse se tratar de um código antigo. Segundo o site Gizmodo, um porta-voz da companhia afirmou que não havia indicações de que a divulgação impactaria a segurança da empresa ou mesmo exporia os dados dos clientes.

O fato é que, se a ameaça for cumprida, hoje a Symantec será exposta a problemas diversos, como a proliferação de ?nortons? falsos, causando descrédito e possíveis riscos para seus clientes: os usuários do programa.

Fonte: techtudo.com.br