Com terceira geração, donos agora querem se livrar do iPad antigo

Com terceira geração, donos agora querem se livrar do iPad antigo

Em loja oficial, preço do iPad 2 caiu quando o novo foi anunciado.

A terceira geração do iPad chega primeiro a 10 países nesta sexta-feira (16), e a outros 25 daqui a uma semana, mas o Brasil ainda não tem data para receber o tablet revelado pela Apple no último dia 7. Mesmo assim, donos de modelos antigos já tentam se ver livres deles.

Felipe Schuvartt Souza, de 23 anos, de Belo Horizonte, tem um "iPad 1" e baixou pela metade o valor que pretendia cobrar pelo tablet com 64 GB e 3G. Ele espera vender em breve para não desvalorizar ainda mais o aparelho comprado logo que o iPad foi lançado no Brasil, em dezembro de 2010. "Quando surgiu o 2, me disseram que iam lançar o 3 com mais novidades. Por isso, resolvi esperar. Agora, estou me sentindo obsoleto. Quero muito comprar o novo?, conta. Souza vai para os Estados Unidos daqui a 2 meses e espera trazer de lá a nova versão.

O novo iPad não tem preço definido no Brasil, mas, nos Estados Unidos, a Apple decidiu manter os valores cobrados pela segunda geração, a partir de US$ 500 (16 GB, com Wi-Fi). No Brasil, antes do anúncio da nova versão, o iPad 2 custava a partir de R$ 1.630; depois, teve o preço reduzido em R$ 230.

"A Apple faz isso com a gente. Cada vez que eles lançam algo novo, sentimos que estamos ultrapassados. A tendência é trocar e querer os novos?, opina. Mesmo assim, Souza diz que, se tivesse o iPad, 2, não iria trocar pela nova versão. ?Mas para mim, agora, faz muita diferença. A resolução da tela está incrível. Quando pegamos um iPad, nunca pensamos que pode ficar melhor?, diz.



Logo após o anúncio do novo iPad, Elton Lobato, de 28 anos, de Campo Grande, diz que começou a anunciar o seu, que é da primeira geração, com 64 GB, a maior capacidade oferecida, e Wi-Fi.

?Vou juntar um pouco mais de dinheiro para comprar o novo iPad, que deve chegar ao Brasil em 3 meses. Quero a versão com 32 GB e Wi-Fi. Não faço questão do 3G porque o sinal na minha cidade é ruim?, explica. Lobato comprou o tablet usado em um site, há 8 meses, e pagou R$ 1,3 mil. Agora, tenta vender na mesma página, por R$ 1 mil.

Vitor Freire, de 29 anos, de São Paulo, começou a anunciar seu iPad 2 de 32 GB e Wi-Fi antes do anúncio da Apple. ?Eu tinha receio de que o lançamento fizesse com que o preço do meu modelo caísse muito?, conta. Ele conta que seus amigos ficaram frustrados com as novidades e que potenciais compradores surgiram depois da apresentação do novo tablet. ?No meu núcleo de contatos, todos estavam esperando mais mudanças. E isso foi positivo, porque eu tava com um pouco de dúvida em relação ao preço que coloquei. Quando veio o anúncio, só ratificou isso?.

Freire tenta vender seu aparelho por R$ 1.350 no Twitter e Facebook ? ele pagou R$ 1,8 mil pelo tablet em maio de 2011. Atualmente, o aparelho sai por R$ 1.650 na loja da Apple.

Porém, o objetivo não é comprar o novo tablet. Freire quer se desfazer do aparelho porque vai se mudar para os EUA. ?Estou vendendo uma série de coisas e o iPad seria um dos equipamentos básicos com que eu ficaria. Mas ele ainda não é essencial na minha vida?, conta. "Eu trabalho com conteúdo transmídia e comprei por causa disso, para entender a tecnologia e criar conteúdo para iPad. Depois, ele virou um gadget de hobby?, conta.

O publicitário Itallo Victor, de 23 anos, de Teresina (PI), diz que começou a pensar em vender seu iPad 2 de 16 GB e com 3G quando surgiram boatos sobre o lançamento do novo. Mas a pressa acabou quando ele conheceu os detalhes da terceira geração. ?Eu não quero comprar no Brasil porque é muito caro. Vou esperar um amigo trazer dos Estados Unidos. Por isso, vou segurar o meu por enquanto. Nada do que foi apresentado no novo é motivo para eu trocar agora?.

Ele diz que só venderá o tablet se o comprador pagar mais do que ele. ?Se aparecer alguém para comprar, eu vendo pelo preço que estou pedindo, não por menos?. Victor quer R$ 1,8 mil, mesmo tendo gasto R$ 1,4 mil ? um amigo trouxe para ele dos EUA em novembro. Na loja on-line da Apple, o modelo sai por R$ 1.849, atualmente.

Após 4 meses com o iPad, Victor diz que ainda não viu muita utilidade no aparelho. ?Eu poderia usar mais. Como passo o dia no computador, uso muito o iPhone. O iPad fica para coisas que não dá para fazer no smartphone?.

Fonte: G1