Suposta cópia de Mortal Kombat vaza no Brasil e Warner lamenta

Suposta cópia de Mortal Kombat vaza no Brasil e Warner lamenta

Nos vídeos, o usuário do Youtube kalebmk09 exibia, por exemplo, golpes do ninja Smoke

Na tarde deste último domingo (10) dois vídeos pegaram os fãs de "Mortal Kombat" no mundo todo de surpresa: um jogador brasileiro mostrava trechos do novo game, agendado para sair apenas dia 19 de abril nos EUA e 28 do mesmo mês no Brasil.

Nos vídeos, o usuário do Youtube kalebmk09 exibia, por exemplo, golpes do ninja Smoke e Sheeva, a lutadora de quatro braços da mesma raça do monstro Goro, que até então não tinham aparecido em vídeos oficiais de divulgação do game.

Em poucas horas, os vídeos apareceram em diversos sites e viraram tema de inúmeros comentários no Twitter, muitos se perguntando como o rapaz, chamado Kaleb Kettle, teria adquirido assim tão antecipadamente um dos jogos mais aguardados de 2011.

Não demorou para que até Hector Sanchez, produtor do game, se manifestasse pelo Twitter: "Eu trabalhei muito para ter certeza de que tratamos (o) Brasil com respeito. Eu não posso acreditar que isso aconteceu. Estou decepcionado".

Por conta de toda a confusão causada, Kaleb chegou a mudar a descrição de um dos vídeos antes de apagar sua conta no YouTube, explicando como conseguiu o disco: "O jogo não vazou, moro perto da fábrica da Sony no Brasil... peguei uma cópia lá, nada além disso". Provavelmente, Kaleb se refere à Sony DADC, braço da Sony especializado na fabricação e reprodução de CDs e DVDs, que desde abril de 2009 é parceira na produção e distribuição de discos da Warner no Brasil.

Além de apagar o canal no YouTube, Kaleb tirou do ar outros perfis virtuais, inclusive um no qual havia postado a foto abaixo, exibindo o disco de "Mortal Kombat" para PS3, inclusive com o selo de Classificação Indicativa (18 anos).

Veja um dos polêmicos vídeos de Kaleb

Fonte: UOL