Criação da IBM, primeiro computador pessoal completa 30 anos

No entanto, o PC continua sendo uma parte importante de todos os dados digitais, além de ser um importante meio de entretenimento



Há exatas três décadas, a empresa americana IBM lançou um produto considerado o primeiro computador pessoal (PC, na sigla em inglês), e deu início a uma nova era na indústria de tecnologia de consumo. Em 12 de agosto de 1981, em uma conferência de imprensa na cidade de Nova York, a empresa anunciou o IBM Personal Computer (IBM 5150), por um preço de US$ 1.565. Duas décadas antes, um computador IBM custava US$ 9 milhões, precisava de 1 km² de espaço, ar-condicionado e uma equipe de 60 pessoas para operá-lo.

O modelo 5150 se tranformou no primeiro dispositivo da era do PC, que, segundo empresas como a Apple, está morrendo por causa da popularização de dispositivos móveis como smartphones e tablets. No entanto, o PC continua sendo uma parte importante de todos os dados digitais, além de ser um importante meio de entretenimento. Apesar de ser o criador da era do PC, a IBM abandonou sua fabricação em 2005, quando decidiu vender esse setor de negócios à chinesa Lenovo e se focar somente em serviços.

"Esse computador é para todos que sempre quiseram um sistema pessoal no escritório, no campus universitário ou em casa. Nós acreditamos que sua perfomance, confiabilidade e facilidade de uso o tornam o mais avançado e acessível computador pessoal do mercado", afirmou o vice-presidente da IBM C. B. Rogers em um comunicado de imprensa no dia do lançamento. Rodando uma versão do sistema operacional Microsoft BASIC, a versão mais barata do computador vinha somente com teclado - já que ele podia usar a televisão como monitor -, sem drive de disquete e com apenas 16 kB de memória RAM.

"Em 1981, quando a IBM lançou o primeiro PC, quem acompanhava a computação pessoal viu de repente uma grande oportunidade de negócio. Bill Gates e Steve Jobs se encontram entre os pioneiros do computador pessoal que não poderiam ter faturado no começo se não fosse pelas invenções da IBM que os ajudaram a construir seus negócios", afirmou a IBM em nota.

Fonte: Terra, www.terra.com.br