Demanda por tablets faz LG Display cortar investimento em 2012

Demanda por tablets faz LG Display cortar investimento em 2012

Samsung e LG respondem por metade do mercado mundial de telas de TV

A fabricante de telas planas LG Display reduzirá em 25% seu investimento no ano que vem, já que a demanda crescente por aparelhos móveis como o iPad e celulares inteligentes Android está prejudicando as vendas de painéis para televisores, sua principal fonte de renda.

Sofrendo de excesso de capacidade há mais de um ano, as perspectivas para o setor de telas de cristal líquido (LCD) se agravaram, prejudicando a Samsung Electronics e a LG Display, que juntas respondem por metade do mercado mundial.

O corte anunciado pela LG Display, a primeira grande empresa de tecnologia a revelar cortes pesados em planos de investimento em 2012, reduzirá o capital investido pela empresa ao seu total mais baixo em quatro anos.

Os fabricantes de televisores estão lutando contra a demanda fraca, o que forçou a Sony a reduzir sua exposição nos segmentos de painéis para televisores, como a Samsung e a Sharp. Enquanto isso, a Philips Electronics está promovendo a cisão de sua deficitária divisão de TVs.

"Os fabricantes de telas LCD terão planos de investimento conservadores em 2012, e a LG deve cortar os gastos ainda mais, dada a baixa visibilidade causada pela baixa demanda, especialmente na Europa e Estados Unidos", disse John Soh, analista da Shinhan Investment & Securities, segunda-feira.

"A LG deve divulgar prejuízos mais altos para o trimestre atual e a perspectiva para os próximos nove meses é pavorosa devido à demanda fraca por computadores e TVs", acrescentou.

A baixa demanda por computadores e televisores é grande preocupação para os fabricantes de painéis LCD, já que os dois produtos respondem por cerca de 90% do consumo de painéis de telas planas de grande porte.

Os rivais de menor porte da LG Display, como a AU Optronics e Chimei Innolux, de Taiwan, já reduziram seu investimento este ano.

A LG Display é grande fornecedora de painéis para iPads e iPhones e vem aumentando firmemente as vendas de painéis para tablets e leitores eletrônicos para compensar a demanda fraca por telas para TVs e monitores de computadores.

Este mês, informação da imprensa afirmou que a LG Electronics, segunda maior fabricante de televisores do mundo, cortou sua meta de vendas de TVs deste ano em 20%, juntado-se à Sony na expectativa de um movimento mais fraco por causa das incertezas econômicas globais.

Os preços de televisores LCD com telas de 40 a 42 polegadas acumula queda de mais de 10% até agora neste ano.

Fonte: G1