Em resposta ao aplicativo de celular Lulu, homens criam o app "Bolinha" para poder avaliar garotas

Em resposta ao aplicativo de celular Lulu, homens criam o app "Bolinha" para poder avaliar garotas

Ferramenta criada por cinco amigos deve estar disponível nas próximas semanas

Depois do sucesso do Lulu, um aplicativo de celular que permite que as mulheres avaliem os homens que já se relacionaram, um grupo de cinco mineiros está desenvolvendo uma alternativa para o público masculino. O "Bolinha", como foi batizado, foi desenvolvido em dois dias e deve ser lançado na semana que vem.

A nova ferramenta será parecida com o aplicativo exclusivo para mulheres. Assim como o Lulu, o Bolinha vai usar informações do Facebook para que os rapazes possam avaliar as meninas que são amigos na rede social. O ranking é feito através de nota e até hashtags para qualidades e defeitos. Um dos criadores, o empresário Pedro Darma, de 26 anos, conta que teve a ideia com os amigos, enquanto conversavam sobre o Lulu.

? Eu vejo isso como uma brincadeira. Eu já fui avaliado tanto positivamente quanto negativamente e levo tudo isso numa brincadeira. Acabou virando uma oportunidade de produto.

O novo aplicativo, que deve ser lançado na próxima semana, não vai permitir as garotas deletem seu perfil para não serem avaliadas, mas, segundo Darma, essa opção será colocada o mais rápido possível. O empresário defende que a intenção do grupo não é ofender nenhuma mulher.

? A gente tentou fugir dessa visão machista. Não queremos nenhum risco de processo. A gente tá procurado em não colocar as tags e os comentários de um jeito que deixe alguém para baixo.

"#BuscaCerveja", "#LavaePassa", "#SantinhaDoPauOco", "#ObsecadaPorStarWars" e "MelhorNoFacebook" são algumas das hashtags, as palavras que podem ser usadas para marcar o perfil das garotas. No total, o grupo de mineiros já criou cerca de 200 hashtags. Darma conta que já mostrou o material para cerca de 50 pessoas e foi aprovado por todos.

? Mostramos pro nosso grupo de amigos, todos adoraram a ideia e estão esperando a versão para começar a avaliar. Está sendo muito bem aceito. Acredito que não vamos ser criticados.

Darma conta que o grupo está terminando o site para a ferramenta e, agora, o grupo aguarda apenas a aprovação da loja de aplicativos de smartphone para que o "Bolinha" comece a ser usado.

Fonte: r7