Pela sexta vez, preço do tablet da BlackBerry cai e fica em US$ 200

Pela sexta vez, preço do tablet da BlackBerry cai e fica em US$ 200

A Research In Motion (RIM) reduziu o preço do tablet Playbook mais uma vez

A Research In Motion (RIM) reduziu o preço do tablet Playbook mais uma vez. O tablet, que na versão de 16 GB foi lançado custando US$ 500 (R$ 860), agora sai das lojas por US$ 200 (R$ 345). Os modelos de 32 GB tiveram preço reduzido de US$ 600 (R$ 1.030) para US$ 250 (R$ 430). Já a versão de 64 GB, que custava US$ 700 (R$ 1.200), agora pode ser encontrada por US$ 300 (R$ 515).

É a sexta vez que a fabricante do tablet faz uma promoção para o aparelho. No mês passado, todas as versões do Playbook (16, 32 e 64 GB) chegaram a custar US$ 299 nos Estados Unidos. Em outubro do ano passado, a empresa lançou nos EUA uma promoção: quem comprasse dois tablets da RIM levaria um terceiro de graça. Na Índia, a RIM também fez promoções limitadas do Playbook, que era vendido com 50% de desconto no final de 2011.

As promoções tratam-se de tentativas da RIM para emplacar o aparelho no mercado de tablets, dominado pelo iPad. Ao reduzir o preço, a empresa coloca o Playbook na mesma faixa de preço do tablet Kindle Fire, da Amazon, único tablet a fazer grande sucesso nos EUA. Outras fabricantes, como HP e Dell, abandonaram seus projetos no mercado de tablets, após constantes cortes de preço, mas a RIM se mantém firme neste mercado, apesar das fracas vendas.

O Playbook, que possui tela de 7 polegadas, foi lançado no início do ano passado, mas recebeu muitas críticas por não contar com aplicativos básicos, como e-mail, calendário e agenda de contatos. No início deste ano, a RIM anunciou uma atualização de software para o tablet que resolve algumas das falhas apontadas pelos críticos.

Fonte: ig.com.br