Empresa chinesa afirma que é a verdadeira dona do nome iPad

Empresa chinesa afirma que é a verdadeira dona do nome iPad

A empresa alega que a companhia norte-americana violou sua marca registrada.

Uma empresa chinesa de tecnologia está tentando obter a suspensão das venda do Apple iPad em Xangai, argumentando em uma audiência perante um tribunal municipal, na quarta-feira, que a companhia norte-americana violou sua marca registrada.

Liminares anteriores em favor da Proview Technology (Shenzhen) se aplicavam a grupos de varejo específicos em cidades menores, mas uma liminar válida para toda a cidade de Xangai, se concedida, prejudicaria um dos maiores mercados da Apple na China.

Os advogados da Proview argumentaram, em determinados momentos de modo emotivo, pela suspensão imediata das vendas do iPad no polo comercial chinês, que abriga três das cinco lojas oficiais da Apple no país.

A Proview diz que detém a marca registrada iPad na China, e um tribunal de Shenzhen decidiu em seu favor em dezembro.

A Apple contesta a alegação, afirmando ter comprado da Proview o direito ao uso do nome iPad, em 2009. A companhia recorreu do veredicto em Shenzhen, e uma audiência junto à instância superior, na província de Guangdong, ocorrerá em 29 de fevereiro.

Fonte: UOL