Empresa de segurança "perde" 30 celulares no Brasil; 90% são violados

Os dados são de uma pesquisa realizada pela empresa de segurança virtual Symantec.

Nove em cada dez celulares perdidos no Brasil têm informações violadas por quem encontra e somente em 27% dos casos há alguma tentativa de devolução. Os dados são de uma pesquisa realizada pela empresa de segurança virtual Symantec.

O estudo, chamado de Honey Stick, abandonou 30 celulares nas cidades de São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro durante os meses de outubro e novembro de 2013.

O objetivo era registrar quais seriam as atitudes das pessoas que encontrassem os aparelhos. Os smartphones foram modificados para gravar todas as tarefas que fossem realizadas.

Em 70% dos casos houve acesso às fotos, 47% dos aparelhos perdidos tiveram as redes sociais checadas. Em 40% dos celulares, foram registradas buscas por dados bancários dos donos originais.

Na cidade de São Paulo, oito em dez smartphones foram acessados por quem os encontrou. Em Brasília, todos os aparelhos foram checados ? incluindo informações profissionais ou pessoais. No Rio de Janeiro, nove em dez telefones tiveram informações vasculhadas.

Fonte: UOL