Empresa cria aparelho de GPS para monitorar filhos e idosos

Na foto abaixo crianças mostram o Amber Alert, GPS para pais que querem saber onde seus filhos estão em tempo real

Outro dia eu coloquei um dispositivo de rastreamento GPS no carro de minha mulher. Coloquei outro na fralda de meu filho de 2 anos e o mandei para a casa da babá. Eu ainda tinha alguns rastreadores sobrando, então também joguei um no carro dos meus pais.

Minha espionagem tinha como objetivo apenas um teste, mas ainda assim eu me senti culpado.


Empresas criam aparelhos de GPS para monitorar filhos, bichos e idosos

Esses pequenos equipamentos funcionam conectando-se a satélites GPS e a redes de celular para seguir pessoas e relatar sua localização. Eu podia ver os rastreadores on-line, na web ou por um aplicativo de smartphone. Eles também podem ser configurados para enviar alertas.

Se o carro de minha mulher saísse do estacionamento durante o dia ou o de meus pais superasse o limite de velocidade, eu poderia receber uma mensagem de alerta.

Existem usos justificáveis para esses equipamentos. Alguns pais usam rastreadores para garantir que seus filhos cheguem à escola e voltem em segurança. Existe um mercado de cuidado de idosos. E não esqueça o cachorro: um rastreador pode informar quando ele escapa do seu quintal.

Entre as empresas que oferecem dispositivos, está a Amber Alert GPS, fundada por um empresário que temporariamente perdeu seu filho de 3 anos em um parque de diversões. Seu rastreador parece um pager.

Carol Colombo, a executiva-chefe da Ambre Alert, disse que a maioria dos clientes compra o equipamento para crianças entre 2 e 10 anos --idade suficiente para que nossos filhos se percam, mas não para lhes darmos um telefone celular.

Ainda assim, basta apertar um botão para que a criança possa mandar uma mensagem de texto aos pais ou iniciar uma ligação. Os pais também podem ligar para o rastreador e escutar o som ao redor da criança.

TIPOS DE ALERTA

A Amber Alert oferece configurações de alerta mais personalizáveis do que qualquer outro sistema de rastreamento de crianças que eu testei: há uma opção para receber um alerta toda vez que seu filho chegar a menos de 150 metros de endereços de agressores sexuais, que estão em um banco de dados.

O dispositivo custa US$ 200 e exige um plano de serviço de US$ 14,99 por mês com características básicas de rastreamento, ou US$ 24,99 com extras, que incluem chamada de voz e alertas de agressor sexual.

O Securus eZoom é ligeiramente maior que o Amber Alert e não tem algumas das características do primeiro, mas é mais barato. Custa US$ 99,99 e seu plano mensal é de US$ 19,99.

A Securus também fabrica o eCare, para idosos que precisam de ajuda médica. Além de rastrear, ele tem um botão que inicia uma chamada de voz para um centro de emergência. O eCare custa US$ 99,99 com um plano de serviço mensal de US$ 29,99.

Também há um equipamento GPS desenhado para rastrear você mesmo. O Spot Satellite GPS Messenger, que custa US$ 119,99 e exige um contrato de US$ 99 por ano, é feito para aventureiros que costumam se afastar demais da civilização.

Com ele, você pode mandar alertas para socorristas encontrarem sua localização. Você também pode enviar uma mensagem informando a seus amigos que está bem, e eles podem acompanhar seu progresso em um mapa. O Spot já propiciou dezenas de resgates.

Os serviços Securus e Amber Alert permitem que você monitore diversos rastreadores. As duas empresas afirmam que o rastreamento por GPS pode ajudar os pais a evitar um comportamento excessivamente protetor. É difícil para alguns pais superarem o medo de deixar os filhos vagarem pelo mundo.

Amber Alert e Securus recomendam que os pais não escondam os rastreadores de seus filhos. Eles funcionam melhor se as crianças souberem que podem usá-los para alertar os pais em uma emergência. A privacidade torna-se mais importante para as crianças quando elas ficam mais velhas.

"Se os pais têm um acordo --"Você pode usar o carro se nós colocarmos um localizador nele, assim se você se meter em confusão eu saberei onde você se encontra"--, a maioria dos adolescentes não irá se importar", disse Chris Newton, da Securus.

INVASÃO DE PRIVACIDADE

Nem Amber Alert nem Securus comercializam seus dispositivos para pessoas que pretendem invadir a privacidade alheia. Ambas exigem um contrato de serviço de pelo menos um ano. Mas por que se inscrever por um ano se você só quer rastrear seu cônjuge nas próximas semanas?

Foi pensando nesse cliente que a Rocky Mountain Tracking, uma empresa de GPS que vende rastreadores para empresas que desejam monitorar a frota de veículos, criou um plano de aluguel mensal de seu dispositivo pessoal, chamado Ghost Rider.

Por US$ 99,95 ao mês, você terá o equipamento e um plano de serviços sem contrato. Você pode usar o equipamento como desejar, desde que respeite a lei. Gary Whitney, da Rocky Mountain, disse: "Às vezes, as pessoas se sentem culpadas por fazer isso... Mas não tão culpadas a ponto de não contratarem o serviço".

Fonte: Folha