Empresas: Sistema detecta som de sexo para barrar pornografia

Empresas: Sistema detecta som de sexo para barrar pornografia

A captura de pornografia indesejada, por exemplo no trabalho, é barrada antes que a pessoa possa vê-la no computador

Sistemas de análise automática de imagens já são utilizados para ?dedar? quem está assistindo a filmes pornôs pelo computador.

Mas como são sujeitos a falhas, principalmente por não conseguirem distinguir esse tipo de conteúdo com vídeos de pessoas em trajes de banho, um casal de engenheiros sul-coreanos, do Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia em Daejeon, criou outro sistema que identifica o conteúdo pornográfico pelos sons.

A captura de pornografia indesejada, por exemplo no trabalho, é barrada antes que a pessoa possa vê-la no computador. Para isso, o casal usou uma técnica de processamento para criar espectrogramas de uma variedade de clipes de áudio, cada um com apenas metade de um segundo. Com isso, eles descobriram que enquanto os sinais de fala normalmente são de baixa frequência, os sons pornográficos tendem a ser mais agudos, e se repetem mais, sendo mais fácil decodificá-los.

Para deixá-los mais diferenciados, os pesquisadores usaram um modelo estatístico para classificar os sons como pornográficos ou não-pornográficos, de acordo com suas características espectrais, testando-os em áudio tomados a partir de vídeos online.

Nos clipes não-sexuais, eles incluíram músicas, filmes, notícias e esportes.

O modelo conseguiu superar outras técnicas de áudio, identificando corretamente 93% do conteúdo pornográfico de clipes de teste

Mas nem assim conseguiram impedir erros. O sistema chegou a classificar um vídeo de comédia como pornografia por apresentar risos e gritos de pessoas junto a aplausos.

Fonte: R7, www.r7.com