Entenda por que apenas um quarto do cartucho de tinta possui corante; veja

Um dado interessante é que apenas 27% do conteúdo de um cartucho de tinta é preenchido pela substância responsável pela cor.

Erro comum entre os donos de impressora é achar que existe apenas tinta em um cartucho. Entender o que vem dentro, e a tecnologia envolvida, ajuda o consumidor na hora de escolher o produto certo para os seus projetos e a entender o preço que está pagando por um item original.


Entenda por que apenas um quarto do cartucho de tinta possui corante

Um dado interessante é que apenas 27% do conteúdo de um cartucho de tinta é preenchido pela substância responsável pela cor. O resto, os outros 73%, é uma difícil combinação química de elementos que farão a tinta secar mais rápido no papel, lubrificar o cartucho, proteger o seu trabalho de respingos de água, entre outras funções. Na tabela abaixo, veja tudo o que está presente no cartucho original que você compra, com fórmula patenteada pela HP.

Os números também impressionam quando conhecemos a tecnologia envolvida em um cartucho de impressão. "Cada um desses pequenos objetos possui 500 bicos por onde passam a tinta até o papel e, cada um destes bicos, possui a espessura de um terço do fio de cabelo", explicou Thom Brown, especialista em tecnologia de suprimentos da HP.

Por causa desta espessura tão ínfima, o segundo item com maior presença na composição química da tinta é o "aditivo antiobstrução por resíduos". Ele é o responsável por manter a cabeça de impressão sempre limpa.

Diferentemente do que percebemos, o cartucho não "cospe" uma gota de tinta no papel. Na verdade, um fio de tinta é criado para que, no momento que encostar na folha, este fio se rompa na metade e a parte mais próxima do cartucho volta para o bico para participar da lubrificação, garantindo que a tinta não seque.

Seria normal pensar que, para construir um produto que imprima em alta velocidade, é necessário apenas concentrar esforços na parte física, no carro de impressão e no cartucho. Mas o avanço na química da tinta do cartucho tem papel fundamental nesse processo.

A série de impressoras HP Office Pro X é um exemplo. Para lançá-la no mercado, o último passo foi desenvolver uma tinta que secasse tão rápido que a impressora conseguiria imprimir até 70 páginas por minuto sem que a folha seguinte manche ao tocar na anterior. E isto foi feito. "A HP levou dois anos e meio na pesquisa para desenvolver esta tinta", comentou o gerente de desenvolvimento de negócios de suprimentos da HP Brasil, Márcio Furrier.

Ainda falando de velocidade de impressão, as gotas de tintas dos cartuchos HP são disparadas a 50 km/h, com repetições que podem ir até 36 mil vezes por segundo. O resultado são até 72,9 milhões de combinações de cores, com tonalidades diferentes, para compor a fotografia o mais real possível.

Fonte: tech tudo