Estudo de universidade revela que vício de celular é contagioso

Durante o estudo, os pesquisadores analisaram os alunos durante um período de até 20 min e documentaram o uso dos celulares em intervalos de 10 seg

Pesquisadores da Universidade de Michigan fizeram um estudo com o objetivo de analisar os padrões comportamentais relacionados ao uso dos aparelhos celulares. Os cientistas observaram anonimamente grupos de estudantes e concluíram que as pessoas são mais propensas a usar o smartphone quando alguém a sua volta faz o mesmo.

Durante o estudo, os pesquisadores analisaram os alunos durante um período de até 20 minutos e documentaram o uso dos celulares em intervalos de 10 segundos. Os resultados mostraram ainda que, durante o período em que foram observados, os estudantes passaram 24% do tempo utilizando o celular. Além disso, de todas as vezes que o aparelho foi usado, 39,5% destes momentos ocorreu após o usuário perceber que seu amigo o usou.

O pesquisador-chefe Daniel Kruger acredita que tal comportamento está relacionado à inclusão social. Segundo ele, se duas pessoas estiverem reunidas e, em determinado momento, uma decide verificar suas mensagens nas redes sociais, por exemplo, a outra pessoa se sentirá excluída e provavelmente procurará se conectar as suas redes sociais também.

O mesmo estudo, porém, não foi realizado em indivíduos mais velhos. Apesar disso, os pesquisadores acreditam que o padrão pode ser diferente tendo em vista que estes não utilizam o celular com tanta regularidade.

E aí, concorda com a pesquisa? Você sente vontade de usar o celular enquanto seus amigos estão usando os deles? Não deixe de dar a sua opinião!

Fonte: tech tudo