Estudo vincula disfunção erétil à Síndrome das Pernas Inquietas

Falta do hormônio dopamina pode ser a explicação

A disfunção erétil em homens de idade avançada está ligada à Síndrome das Pernas Inquietas, revelou um estudo publicado na sexta-feira (1) pela revista "Sleep".

Segundo os cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Harvard que realizaram o estudo, a relação aumenta quando são mais frequentes os sintomas do movimento involuntário.

Pela pesquisa, a disfunção foi 16% superior em homens que sofrem da síndrome e têm crises entre 5 e 14 vezes ao mês e de 78% quando têm mais de 15 crises ao mês.

Os resultados sugerem que existe a possibilidade dos transtornos terem mecanismos comuns, segundo Xiang Gao, epidemiologista de Harvard e do Hospital Brigham de Mulheres.

Por trás da relação entre a disfunção erétil e a Síndrome das Pernas Inquietas poderiam estar os baixos níveis de dopamina, um hormônio neurotransmissor do sistema nervoso associado a ambos os transtornos.

Outra hipótese é que esteja vinculada aos problemas do sono, incluindo a apnéia e a insônia que reduzem os níveis de testosterona.

Fonte: AE